xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 27/05/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 maio 2010

Governo Lança Projeto de Preservação e Identidade Cultural - Postado por Océlio Teixeira

O governador Cid Gomes lançou na manhã desta terça-feira (25), o projeto “Preservação e Identidade Cultural (Que História é essa?). O objetivo é promover ações de preservação do patrimônio histórico-cultural do Ceará. Além disso, o projeto pretende sensibilizar, mobilizar e articular os gestores municipais visando à implantação de políticas públicas voltadas à preservação do patrimônio histórico-cultural dos municípios; promover a integração dos municípios com as universidades e faculdades que possuam cursos de Arquitetura e Urbanismo e História; estimular a participação popular para a preservação do patrimônio local e promover a integração do Ministério Público com órgãos e entidades públicas com atuação na proteção cultural.

Para o Governador, o patrimônio histórico e cultural são componentes fundamentais para as comunidades terem auto-estima. Cid Gomes enfatizou que a tarefa de preservar deve ser priorizada pelos municípios e o Estado tem procurado realizar variadas ações de resgate a uma série de patrimônios. “Estamos restaurando o Seminário da Prainha, a Fortaleza de Nossa Senhora de Assunção, o prédio da Santa Casa de Misericórdia e o Teatro Carlos Câmara. No Ceará já são cinco cidades tombadas pelo Patrimônio Histórico Cultural: Aracati; Viçosa do Ceará; Sobral, Icó e Fortaleza”, detalhou.

Para a procuradora-geral de Justiça do Estado, Socorro França, o projeto viabilizará a legitimação da discussão e a mobilização social e política em torno das ações de preservação do patrimônio histórico-cultural do Estado, além de contextualizar a participação da academia com suas informações técnico-científicas. “É uma obrigação de todos defender o patrimônio histórico paisagístico e cultural brasileiro. O resgate de nossa história é necessário para sabermos o que somos e para onde vamos”, finalizou.

As entidades envolvidas são: Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico Nacional (IPHAN); Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult); Conselho Estadual de Proteção ao Patrimônio Cultural (COEPA); Secretaria de Turismo do Estado (Setur); Secretaria de Educação do Estado (Seduc); Universidade Federal do Ceará (UFC); Universidade de Fortaleza (Unifor); Universidade Estadual do Ceará (UECE); Universidade Regional do Cariri (URCA) e Faculdades Nordeste (Fanor), além das secretarias de cultura, turismo e educação dos municípios.

Fonte: Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Foto: Océlio Teixeira

A Sabedoria dos Provérbios – por Armando Lopes Rafael


Tenho um hábito, que vem da adolescência, anotar os “ditados populares”. Ainda hoje conservo cadernetas, nas quais vou transcrevendo esses provérbios, também conhecidos por adágios, sentenças e aforismos. Em minha opinião o grande mérito desses ditados é você assimilar uma sabedoria em questão de segundos, a partir de uma sentença que uma pessoa levou a vida inteira para formatar.
Os provérbios estão presentes em todos os povos e se constituem em parte importante de todas as culturas. Transcrevo abaixo alguns deles, encontrados há poucos instantes numa folha solta de uma velha caderneta e guardado num livro antigo.

“A alma não tem segredo que o comportamento pessoal não revele” – Lao Tse

“Mesmo a melhor das cobras é uma cobra” – provérbio árabe

“Nunca explique suas idéias. Seus amigos não precisam de explicações. E seus inimigos não acreditarão nelas”

“Olhe a vida do pára-brisas e não pelo retrovisor” (de um pára-choque de caminhão)

E para finalizar, este atribuído ao Rei Salomão, inserido no livro Provérbios, da Bíblia Sagrada: "Até o insensato passará por sábio se estiver calado, e por inteligente se conservar os lábios fechados".

ALMANAQUE - Dia 28 de maio de 2010

Eventos históricos

585 a.C. - Data tradicional do eclipse previsto por Tales de Mileto, considerado por muitos a data de fundação da Filosofia ocidental.
1588 - A Invencível Armada, com 130 navios e 30 000 homens, começa a levantar âncora de Lisboa rumo ao Canal da Mancha (somente no dia 30 todos os navios haviam saído do porto)
1871 - 147 dirigentes da Comuna de Paris são fuzilados junto ao muro do Cemitério do Père-Lachaise.
1898 - O fotógrafo italiano Secondo Pia tira as primeiras fotografias do Santo Sudário
1930 - O Chrysler Building é inaugurado na Cidade de Nova Iorque, tornando-se o prédio mais alto do mundo.
1962 - 2 dias antes da Copa do Mundo de 1962 o Chile, país sede, teve um terremoto de 8,6 graus na escala Richter.
1977 - Joseph Ratzinger era Ordenado Bispo (Futuro Papa Bento XVI).
1987 - O piloto alemão ocidental Mathias Rust, de 19 anos, escapa da defesa antiaérea soviética e aterra com um monomotor na Praça Vermelha em Moscou. Ele é imediatamente detido, sendo libertado a 3 de Agosto de 1988.

Nascimentos

1738 - Joseph-Ignace Guillotin, médico e político francês, inventor da guilhotina (m. 1814).
1908 - Sir Ian Lancaster Fleming, escritor inglês, autor dos livros de James Bond, o agente 007 (m. 1964).
1913 - Ciro Monteiro, cantor e compositor brasileiro (m. 1973).
1923 - György Ligeti, compositor húngaro (m. 2006).
1936 - Maki Ishii, compositor japonês (m. 2003).
1943 - Cecil Thiré, ator brasileiro.
1945 - John Fogerty, músico ("Creedence Clearwater Revival").
1957 - Klaus Lindenberger, ex-goleiro e treinador de futebol austríaco.
brasileira.
1968 - Kylie Minogue, cantora e atriz australiana.

Falecimentos

1357 - Rei Afonso IV de Portugal (n.1291)
1551 - Johannes Aal, teólogo, compositor e dramaturgo suíço (n. c1500).
1787 - Leopold Mozart, compositor, professor de música e violinista, pai de Wolfgang Amadeus Mozart. (n. 1719).
1836 - Anton Reicha, compositor tcheco (n. 1770)
1849 - Anne Brontë, escritora (n. 1820)
1889 - Francisco Otaviano, advogado, jornalista, diplomata, político e poeta brasileiro. (n. 1825)
1971 - Audie Murphy, ator estadunidense de faroestes de baixo orçamento (n. 1924)
1988 - Alfredo Volpi, pintor ítalo-brasileiro (n. 1896)

Fonte Wikipédia
Imagem Bernardinho
Colaboração Alessandra Bandeira

Grata recordação - por Pedro Esmeraldo


No inicio dos anos 30, meu pai iniciou o plantio da cana-de açúcar no sítio são José. Considero-me uma pessoa privilegiada, pois tive a sorte de conviver no meio da bagaceira, já que meu pai possuía dois engenhos, um em Crato e outro no município de Barro - CE. Deixou-me ele, como legado, um patrimônio auspicioso que foi a educação. Esse engenho teve inicio em 1930. A principio, de forma rudimentar, movido à tração a bois. No meio da década de 30, mudou para engenho a vapor que perdurou até a vinda da energia elétrica de Paulo Afonso no ano de 1970, quando desapareceu o predomínio da rapadura, substituída pelos alimentos sofisticados dos tempos modernos.
Quando passo pelas ruínas do antigo engenho, no sítio Pau Seco, neste município, tenho grandes recordações daqueles tempos áureos de minha infância. Há mais ou menos 50 anos, ali era um lugar aprazível, aconchegante e que favorecia uma relação harmoniosa de paz de espírito.
Convivi naquele local no meio de pessoas humildes, com comportamentos inusitados, constituído de varias naturezas, com semblante rústico, precisando de muito sutileza no equilíbrio emocional, decorrente da fadiga pela luta árdua e das canseiras diárias.
Meu pai, um cidadão sério, agricultor arrojado, praticava as atividades agrícolas por vocação. Sabia projetar com equilíbrio o trabalho agrícola. Conduzia com perfeição as manhas dos trabalhadores, mas manejava com altivez e bom senso critico. Livrava-se dos perigos, utilizando palavras hábeis. Fugia com muita tranquilidade das pessoas ardilosas que o obrigavam a se comportar com o máximo grau de bondade que o respeitavam e o obedeciam com sinceridade as suas ordens.
Como já relatei acima, meu pai, homem destemido e hábil, tinha o cuidado de colocar trabalhadores certos nos lugares certos. Autodidata por natureza, dirigia corn perfeição e conhecimento todos os trabalhos inerentes ao campo agrícola, saindo-se muito bem nessa atividade espinhosas, levando com brilhantismo e com direção arejada a luta do campo ; sempre acompanhado de trabalhadores experientes, a fim de adquirir melhoria de produtividade, já que desejava aumentar o seu património dentro da tecnologia aperfeiçoada.
Seus trabalhadores tinham uma conduta séria e comportamento exemplar. Por isso meu granjeou muitas amizades entre eles, projetando bom desempenho, mostrando que com trabalho sério e honestidade o homem chega a ter sucesso em seu trabalho. Desses trabalhadores rudes, que guardo na recordação e na memória, vistos pelo comportamento zombeteiro que foram indubitavelmente os cambiteiros. Eram eles irreleverentes, de procedimentos duvidosos, senhores absolutos, anarquistas, visto que desrespeitavam a pessoa humana. Tornavam-se figuras intolerantes em seus trabalhos com a posição de homens irregulares no campo de transporte de cana do brejo para o engenho. Nem tudo era desprezo para essa classe de trabalhadores rudes já que desempenhavam com muita satisfação a sua tarefa.
Trabalhavam sem cessar, como prestadores de serviço, pois tinham por obrigação conduzir cinco animais atrelados com arreios rústicos: cangalha, peça de madeira artesanal que seria colocado no lombo do animal, revestimento de forro e pano de algodão e coro de gado , embutido com produto cactáceo existente nas catingas do Nordeste, cilha (fita de couro que prendia a cangalha na barriga do animal), focinheira (espécie de cabresto) para facilitar o manejo dos animais, rabichola que prendia a cauda do animal à cangalha, cambitos, peça de madeira que facilitava o transporte da cana.
Devido á rusticidade do trabalho, os cambiteiros eram tidos como intolerantes pelos habitantes dos arredores dos engenhos. Ninguém gostava de sua conduta. Possuidores de comportamento repreensível, tornavam-se irreverentes, fato comprovado pela anarquia, que ninguém suportava de bom grado. Eram zombeteiros, intrigantes, quando iam pela estrada se desesperavam e não queriam saber quem viessem a sua frente; se a pessoa não se submetesse ao seu comportamento cairiam no ridículo. Certa vez, observava uma cena que me deixou intrigado e que sempre preservei em minha memória: um dia, chegava ao engenho um senhor de tez branca, querendo conhecer o movimento do engenho, mas de jeito afeminado, o que foi logo observado pelos cambiteiros. Com o andar duvidoso do cidadão, um dos cambiteirosgritou:
- olha pessoal como ele é delicado!
então a vaia comeu de esmola e debaixo do alarido o pobre homem saiu desesperado para nunca mais pisar em bagaceira.
Era assim o comportamento dos cambiteiros. Mas, ainda hoje sinto saudades dos velhos tempos de outrora que não voltam mais e jamais poderão ser substituídos por este modernismo desequilibrado e algumas vezes intolerantes.
Texto de Pedro Esmeraldo

Industria da Multa! - Por: Pachelly Jamacaru


Vocês sabem o que é ser multado por excesso de BAIXA VELOCIDADE? Calma, eu explico!

Quando um motorista, consciente e cônscio de suas responsabilidades, com uma carta há mais de 27 anos, sem multas, dirigindo a uma velocidade média realizável de 49 km, e uma velocidade considerada de 42 Km, com PLENO E TOTAL CONTROLE do veículo, sóbrio, é multado, surpreendido por um sensor (pardal na linguagem popular) o único no Cariri a multar veículos a menos de 60 km, traiçoeiro, portanto! Oportunista, portanto! Mal intencionado, portanto! Só podemos que sentir fomos assaltados da forma mais clássica, por algum órgão, departamento do Estado, Município, sei lá... sei lá qual jurisdição pertence!

Afirmo categoricamente ter sido lesionado pela famosa “Indústria da Multa” a famigerada indústria da multa!!! É ela existe de fato, não é um mero dizer por dizer de quem sabe o que diz! Eu não queria acreditar.

Ma minha notificação recebida, diz que trafegava no sentido de Crato à Juazeiro do Norte, mas na verdade fui multado no sensor da descida da serra, próximo ao Bairro Batateira, num local em que agora não é mais área de pedestre, escola, ou com qualquer indício expressivo perigo para motoristas ou transeuntes!

A minha intenção fora passar a baixo dos 60 km diante do pardal, e passei abaixo de 50 km, e por isso digo, fui multado por EXCESSO DE BAIXA VELOCIDADE, em meu entender! A minha indignação é a de muitos, até mesmo porque no período da multa, não havia sinalização de advertência, só o Chupa Cabra multador.

4 pontos na carteira sem a menor intenção de transgredir a lei!

Aniversário de dois membros do Blog do Crato - Parabéns, minhas Amigas !!!

Para Alessandra Bandeira e Elizângela Santos

Quero aqui "parar um pouco as máquinas", e dedicar um pouquinho do meu tempo para homenagear duas grandes personalidades que têm contribuído sobremaneira para o engrandecimento do Blog do Crato nos últimos tempos. Hoje, dia 27 de Maio, é coincidentemente, é o dia do aniversário da historiadora Alessandra Bandeira e da Jornalista Elizângela Santos. Alessandra, com sua inquietude ( às vezes até demais, rs rs ), tem sido uma peça importante nessa estrutura que construímos. Sempre fazendo questionamentos importantes, como esse aí de ontem sobre o programa nuclear brasileiro, é uma pessoa que tem todo um passado de lutas, de envolvimento com os grandes projetos da sociedade e com as reivindicações, onde brilha a sua maior estrela.


E a Elizângela Santos, uma brilhante jornalista, aliás, na minha opinião, uma das mais dinâmicas jornalistas do Brasil, em pé de igualdade com qualquer desses que vocês lêem nos jornais e vê na TV. Todo dia ela percorre o cariri arás de notícias para o seu jornal, o Diário do Nordeste, e também como uma colaboradora do nosso Blog, acabamos tomando "emprestado" suas reportagens, pois são sempre nota 10 para o Cariri. É de interesse de todos. Suas matérias são sempre isentas, mas escreve de forma ao mesmo tempo jornalística, e sem perder a graça para o leitor, coisa muito importante, quando se vê que muitos outros jornalistas, talvez pela força ainda da escola de jornalismo, só escreve de modo frio. Com nossa "Eliz" isso jamais acontece. Seus textos são vibrantes como as cores do verão, e aqui podemos escrever nessa linguagem dos Blogs, com mais emoção do que escreveríamos se fosse para um jornal.

A essas duas grandes personalidades do Cariri, levo os meus parabéns no dia de hoje, e a minha alegria por ser amigo delas. Faço votos de que essa data se repita ainda muitas e muitas vezes. Parabéns, muita saúde, PAZ, alegrias, prosperidade é o que desejo a Alessandra Bandeira e a Elizângela Santos.

Por: Dihelson Mendonça
Administrador do Blog do Crato

CULTURA KARIRI:CAMINHOS DO CORDEL...O ENCANTADO-Por Wilson Bernardo.


SESC-JUAZEIRO-UMA EXPOSIÇÃO CORDELIZADA NOS VERSOS DA IMBURANA.
CAMINHOS DO CORDEL...Traga a França para meus versos e leve meus versos para a França.A integração cultural se faz necessária pois vivemos em tempos de globalização, de massificação das idéias de consumo, da imposição dos grandes, no suprimento cultural dos menores, que por sinal, nunca fomos minoriasmas sim, a maioria, tanto na diversidade cultural, como na resistência da cultura popular.Este intercâmbio é na verdade uma integração de idéias em que o que absorvemos dos ibéricos, quando aqui aportaram, e nos impuseram regras, hoje o Kariri, interagem e devolve ao velho mundo o que lapidamos da rudeza, em ouro fino de exportação, que é a cultura do verso de repente, do verso da sextilha e o encanto dos gravadores da imburana, nas fantasiosas e xilográficas imagens de um sertão Kariri místico.

Abertura da exposição e com fé Gastão assina a primeira visita

A tecnologia a serviço da cultura mística do verso popular
Esta sombra é a realidade de quem planeja o éden cultural do caririGASTÃO
BULE BULE, o cordelista e repentista baiano maluvido.
Josenir Lacerda,cordelista,Miguel esposo e Carlos Henrique xilógrafo.
Com certeza o futuro do cordel no cariri é promissor.
Wilson Bernardo(Texto & Fotografia)

GEOPARK ARARIPE Guias de turismo atuarão em todo o País - Reportagem: Elizângela Santos


A assinatura foi feita pelo reitor Plácido Nuvens, presidente da Fecomércio, Luiz Gastão, a diretora do Senac, Ana Martins, e pelo coordenador do Geopark, Patrício Melo - ELIZÂNGELA SANTOS. O Senac promoverá o curso técnico e o Geopark Araripe e a Urca subsidiarão as despesas com os estágios

Juazeiro do Norte. O Cariri habilitará guias de turismo para atuação em todo o Brasil. Isso será possível graças a parceria da firmada entre o Serviço Nacional de Aprendizagem (Senac) e Universidade Regional do Cariri (Urca), por meio do Projeto Geopark Araripe, único nas Américas. O convênio entre as instituições foi assinado na manhã de ontem, no auditório Patativa do Assaré, no Sesc, em Juazeiro, durante reunião do Conselho Regional do Senac do Estado. Na ocasião, foi entregue pela coordenação geral do Geopark Araripe e o reitor da Urca, Plácido Cidade Nuvens, a placa ao Senac como entidade colaboradora do projeto. A assinatura do convênio foi feita pelo reitor, o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio-CE), Luiz Gastão Bittencourt, e a diretora regional do Senac no Ceará, Ana Cláudia Martins, além do coordenador geral do Geopark Araripe, Patrício Melo. O curso técnico está previsto para ser iniciado no segundo semestre deste ano, com 30 vagas. Serão três módulos, que habilitarão os profissionais a atuarem em todo o Brasil. Segundo o gerente administrativo do Senac, no Crato, Cristiano Saraiva, os detalhes finais sobre o curso estão sendo fechados, mas serão investidos pela instituição R$ 210 mil. Já a parte referente às viagens técnicas dos formandos serão feitas por meio do Geopark Araripe.

A professora da Universidade e guia de turismo, Luciana Lacerda, será uma das instrutoras do curso. Ela afirma que apenas em 1997 foi realizado um curso de guia de turismo na região, habilitando profissionais para atuarem apenas regionalmente. Dessa vez, além de ser uma das instrutoras, terá oportunidade de ampliar seus conhecimentos técnicos na área e receber a carteira do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), do Ministério do Turismo, para atuar de forma reconhecida como profissional da área em todo o Brasil. A carga horária do curso será de 1.130 horas/aulas, sem ônus financeiro para os alunos. Já no primeiro módulo, os alunos estarão habilitados para atuar como guia regional. No fim do segundo, como guias turismo nacional. A terceira etapa será reservada às viagens técnicas, pelos lençóis maranhenses, no Maranhão, e o Delta do Parnaíba, no Piauí, finalizando com a parte técnica dos aeroportos. As viagens e hospedagens, da etapa final do curso, será financiada pelo Projeto Geopark Araripe. A seleção dos alunos será em julho e as aulas estão previstas para começar em agosto. O coordenador do Geopark, Patrício Melo, destaca a importância do curso que terá a participação de alunos das seis cidades do Cariri (Missão Velha, Crato, Barbalha, Juazeiro do Norte, Nova Olinda, Santana do Cariri) que compõem o Geopark.

O projeto atua na área de educação ambiental, preservação do meio ambiente e na promoção do geoturismo, com o turismo de recepção e não de massa, com o envolvimento da comunidade e seu desenvolvimento. O reitor da Urca, Plácido Cidade Nuvens, destacou a importância estratégica da parceria, com a convergência de interesses e oportunidades, por meio das diferentes instituições, coma tarefa da mobilização das lideranças, na qualificação para o trabalho. "É um encontro promotor e promissor". Gastão ressaltou que o convênio será uma das formas de atuar com a Urca, como forma de divulgar o turismo geológico da região. Ele afirma que a parceria será ampliada, para a participação junto ao Geopark, em eventos como a Mostra Sesc.

Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do Blog do Crato

Pensamentos do Dia - 28 de Maio de 2010



"O mal de se tratar um inferior como igual é que ele logo se julga superior."

"A única diferença entre a loucura e a saúde mental é que a primeira é muito mais comum."

"Pode ser difícil encontrar agulha em palheiro. Mas não descalço."

"O mal do mundo é que Deus envelheceu e o Diabo evoluiu."

"Chama-se celebridade um débil mental que foi à televisão."

"Capacidade de saber cada vez mais sobre cada vez menos, até saber tudo sobre nada."

Millor Fernandes

Celebração do Encantamento lança Livro!

Por Luiz Carlos Salatiel

IMAGENS- Cento e Vinte e Cinco Anos com a família

Gonzaga de Oliveira

Dentro da “Celebração do Encantamento” , a festa que comemora o primeiro ano de vida radiofônica do programa “Cariri Encantado”, no Crato Tenis Clube, neste sábado, 29 de maio, a partir das 19 horas, acontecerá o lançamento do Livro “IMAGENS- Cento e Vinte e Cinco Anos com a família Gonzaga de Oliveira” , uma pesquisa do cineasta Jackson Oliveira Bantim, o Bola, e texto de Luiz Carlos Salatiel.

O livro “IMAGENS- Cento e Vinte e Cinco Anos com a família Gonzaga de Oliveira” é um primoroso e depurado relato histórico da fotografia e cinema ligados afetivamente ao Crato, a partir de Luiz Gonzaga de Oliveira ( o Gonzaguinha), passando por José de Oliveira e Sousa até Audisio Oliveira e Souza, e assim por diante, quando a tradição dos Oliveiras na fotografia e Sétima Arte chega até Jackson Oliveira Bantim.

LUIZ GONZAGA DE OLIVEIRA (ou Gonzaguinha) que foi casado com Dona Dasdores, e dos três filhos nascidos batizou-se uma com o nome de Maria de Lourdes de Oliveira. Gonzaguinha, ainda muito jovem, demonstrou talento formidável para captar o cotidiano da nossa cidade em sua Kodak Full Screen e tornou-se o primeiro fotógrafo profissional do cariri cearense, com uma atuação proficiente que durou de 1885 até 1930. Muitas das suas fotografias são hoje encontradas em exposição no Museu Histórico do Crato e outras, bem guardadas no relicário da família Oliveira feito preciosas jóias, como são as fotos históricas do Cassino Sul-Americano e Seminário São José, que até hoje impressionam. No álbum de família constam “portraits” que muito mais se assemelham a obras de arte de pintores renascentistas. Fotografou também personalidades e famílias ilustres do Crato daquela época em que viveu.

Os que se interessam por fotografia e cinema devem adquirir este livro recheado de informações e imagens reveladoras.

Contatos:

Jackson.bantim@urca.br



IMPORTANTE:
Veja recente atualização da lista de homenageados na festa "A Celebração do Encantamento" no link:http://cariri-encantado.blogspot.com/

Ouvimos todos e consideramos algumas sugestões.

Reflexão:O que se tem para comemorar com o beneficiamento do Uranio! Por Alessandra Bandeira


Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas

Pensem nas feridas
Como rosas cálidas


Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
hereditária


A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada




Se depois dessas imagens , seu coração e seu bom senso conseguem ver o que se tem para comemorar com o beneficiamento de Urânio procure um psicologo, pois não há nada em que comemorar.Lembre-se de Hiroshima, Nagasaki, Chernobil e o Césio 137, precisamos ceifar mais quantas vidas para acabar com essa estupidez?


Por Alessandra Bandeira
Fotos: Hiroshima - Chernobyl - Fonte: Google

PERFIL DISTRITAL DE PONTA DA SERRA - Por: Antonio Correia Lima

O distrito de Ponta da Serra, no município de Crato, é banhado pelas águas do rio Carás, que forma um imenso vale de mesmo nome, que tem uma das terras mais férteis do Ceará, propícias para o cultivo de arroz, milho e feijão, o que fez por muitos anos ser um grande celeiro de cereais, que abasteceu e abastece a grande feira semanal de Crato.

Sua sede, constituída de 712 prédios, fica a l3 quilômetros da sede do Município e é cortada pela CE 386 ( Crato - Farias Brito), o que veio impulsionar seu crescimento e desenvolvimento.

Deve-se salientar que sua sede dispõe de “equipamentos sociais e de infra-estrutura compatíveis com as necessidades da população, tais como”: escolas de educação infantil, ensino fundamental e médio; posto de atenção primária a saúde; estrutura de atendimento em segurança pública; sistema de telefonia pública, comercial e residencial; edificações com condições para a instalação da Prefeitura e da Câmarae Municipal; estabelecimento de venda a varejo de combustível para veículos e gás de cozinha e Posto de serviços dos correios.

Nota do Blog do Crato: Devido ao tamnho desta postagem, ela foi remanejada para a seção de Matérias em Destaque http://blogdocrato.blogspot.com/p/destaques.html

* Antonio Correia Lima é licenciado em História pela URCA - Turma 2008. É o responsável pela RPS - Radiodifusora, Jornal e Blog Ponta da Serra e um dos membros da direção da AMEPS.

Proteção às Borboletas - Postado por Océlio Teixeira


Eu sou como a borboleta
Tudo o que eu penso é liberdade
Não quero ser maltradado,
nem exportado desse meu chão

Minhas asas, minhas armas,
não servem para me defender
As cores da natureza pedem
ajuda pra eu sobreviver

Você que me vê voando
Como a paz de uma criança
Você sabe a minha idade
Eu sou sua esperança

A ordem da humanidade
não deve ser destruída
quando eu voar me proteja
sou parte da sua vida

Eu sou como a borboleta...

(Composição: Benito di Paula)

Um bom dia a todas e a todos!

CRATO - Notícias do dia 28 de Maio de 2010


Secretaria da Cultura do Crato realiza hoje no Largo da RFFSA Celebração de Arte e Cultura

O Governo Municipal do Crato por meio da Secretaria de Cultura Esporte e Juventude e do Instituto Cultural Lusófono- ICL realizam hoje a partir das 16 horas no Centro Cultural do Araripe uma celebração à Arte e à Cultura. O intuito desse evento é, além de promover uma celebração, originar uma influência mútua entre diferentes formas de expressão. Dentro da programação serão realizadas apresentações de Teatro, Dança e Música num encontro festivo e único. Participe você também!

Projeto Cidade Limpa atua com ação programada em bairros do Crato

A Secretaria de Infraestrutura do Crato está desenvolvendo um amplo trabalho de limpeza pública nos bairros da cidade, com capinação, varrição e pintura de meio fio, dentro de uma programação específica para cada bairro. O trabalho faz parte do Projeto Cidade Limpa, que vem obtendo bons resultados, além da passagem constante dos carros coletores de lixo nos bairros da cidade. Segundo o secretário de Infraestrutura, José Muniz, a ação foi iniciada de forma intensificada no bairro Seminário, entre os dias 10 e 15 de maio, envolvendo conjunto Alto da Penha. Em seguida, a equipe chegou ao conjunto Novo Crato. A limpeza do Canal do Rio Grangeiro, das proximidades da Igreja Nossa Senhora de Fátima até a Central de abastecimento foi realizada por oito funcionários. Também estão inseridas na programação de maio as localidades de: Baixada Fluminense, Conjunto Nossa Senhora da Penha e Distrito de Dom Quintino. O Distrito de Monte Alverne conta com uma equipe permanente. Atualmente os trabalhos estão sendo desenvolvidos no Conjunto Novo Crato, Parque Flamengo e Conjunto do IPEC. Antes de iniciar os serviços nos bairros, todas as associações e entidades comunitárias são comunicadas das ações da Prefeitura Municipal do Crato, em prol da limpeza urbana.

Espetáculo de conclusão do Painel Funarte acontecerá na noite de sábado

Teve início na última segunda-feira, 24 de maio no Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva, o Painel Funarte de Regência Coral 2010. Aulas do Painel de Regência Coral aconteceram durante toda a semana e terminam hoje sexta-feira (28). Foram ministradas 6 horas/aula diárias, pela musicista paranaense Lucy Schimitti , bacharel em música pela Faculdade de Música "Mãe de Deus"- Londrina e mestre pela UNESP ( 1990 ); e pelo tenor André Vidal, Brasiliense, pós-graduado em canto na Royal Academy of Music (Londres) e especialista em Música de Câmara e Música Antiga. Os dois foram acompanhados pelo pianista Leandro Souza, de São Paulo e pelo percussionista Cícero Tertuliano da Silva e pelo Instrumentista de Sopro. O cearense José Robson Maia. O espetáculo de conclusão do Painel acontecerá na noite de sábado, dia 29. Pelo segundo ano, o Crato sedia o Painel Funarte na região Nordeste. O encontro é uma realização do Governo Federal, sob coordenação local da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e Prefeitura Municipal de Crato por meio da Secretaria da Cultura, Esporte e Juventude. Este ano, serão realizados Painéis nas cidades de São Carlos (SP), Mariana (MG), Cuiabá (MT), Ponta Grossa (PR) e Crato (CE). A programação inclui ainda cursos de técnica de regência, dinâmica de coro, técnica vocal e percepção musical para regentes, professores e cantores (com ou sem experiência) dessas localidades e de municípios vizinhos. Mais informações: Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude do Crato- 3523-2365.

Combate à dengue continua com fumacê e mutirões de limpeza nos bairros do Crato

A Secretaria de Saúde do Crato informa que continua sendo feito em todo o município, principalmente nos bairros de maior índice de infestação do mosquito da dengue, o trabalho de aplicação de inseticida com o carro fumacê. O bairro Seminário, Conjunto Novo Crato, Vila Alta, Vila Padre Cícero, Centro da cidade e bairro São Miguel estão sendo assistidos. Ontem ( dia 27 ), começou uma campanha no Novo Lameiro, Cacimbas e Vila Alta, alertando a população quanto à incidência de novos casos. A campanha lançada pela Secretaria de Saúde, dentro de um trabalho em nível de estado, alerta a população que não é hora de parar e nem tão pouco relaxar em relação ao mosquito da dengue. Segundo a assessora de Secretaria, Aline Franca, a população deve ficar em alerta em relação aos cuidados que se deve ter para conter a infestação do mosquito e o aparecimento de novos focos do Aedes aegypti. Hoje será realizado no Novo Lameiro, por meio da Mobilização Social e Agentes de Saúde, um mutirão de limpeza nas casas e terrenos baldios, juntamente com a população, no intuito de eliminar focos do mosquito da dengue naquela localidade.

Primeira etapa de melhoria das praças centrais do Crato deve começar em junho

O projeto de melhoria das praças centrais da cidade do Crato está em andamento, na fase de licitação. A primeira etapa da obra está prevista para junho, com a urbanização do entorno. No projeto, haverá a retirada de asfaltamento e inclusão de um piso de concreto. Em todos esses espaços será implementada a lei de acessibilidade. O nível do pavimento em concreto será o mesmo das praças para facilitar a locomoção das pessoas, com trechos mais largos. Além disso, está sendo replanejada a iluminação desses espaços públicos e melhoria na arborização.

Campanha contra aftosa vai até o dia 31 de maio

A Secretaria de Agricultura e Pecuária do município do Crato está realizando acompanhamento da vacinação da febre aftosa no município, com incentivo aos pecuaristas para que possam vacinar seu rebanho e deixá-lo imune da febre aftosa. A vacinação foi iniciada no último dia primeiro de maio e vai até o dia 31. Segundo o secretário Erasmo Ferreira, a meta é que seja vacinado no município 100% do rebanho, mantendo a média crescente a cada ano na cidade. Em 2009, houve a vacinação de 93% do rebanho bovino. Ele solicita a atenção dos criadores para a campanha, que vai até o último dia deste mês, em cumprir a meta deste ano e chegue a superar a do ano passado, em todo o município.

Governo Municipal do Crato

Professor da URCA foi nomeado para o Conselho Estadual de Educação



O Diário Oficial do Estado do Ceará publicou nesta quarta-feira, dia 26, ato do governador Cid Gomes nomeando o professor Francisco Assis Bezerra da Cunha como membro titular do Conselho Estadual de Educação do Ceará. Este organismo tem por finalidade acompanhar as políticas públicas desenvolvidas no setor educacional. (Na foto abaixo, com microfone na mão, o Prof. Cunha em recente palestra proferida no Campus da UFC em Juazeiro do Norte)

Este é o terceiro educador do Cariri que galga o cargo de membro titular do Conselho de Educação do Ceará. Monsenhor Francisco Holanda Montenegro, na década 70 e a professora Sarah Esmeraldo Cabral, nos anos 90, também foram membros do Conselho Estadual de Educação do Ceará.

Quem é o novo conselheiro

Francisco Cunha é professor do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade Regional do Cariri, possui mestrado em Bioprospecção Molecular, já tendo ocupado, na URCA, as funções de Diretor do Instituto Ecológico e Cultural Martins Filho, a Chefia de Gabinete da Reitoria e a Pró-Reitoria de Administração. Além de conhecido ambientalista ele também foi vereador e secretário municipal na cidade de Crato.

O professor Francisco Cunha já publicou diversos trabalhos de caráter científico, dentre eles o que abordou as reservas paleontológicas da Chapada do Araripe; um sobre as atividades da Comissão Científica de Exploração quando da sua vinda ao Cariri em 1859 e outro sobre a viagem do naturalista George Gardner ao Crato em 1838.
Escreveu também – em parceria com o agrônomo Willian Brito – o livro didático-infantil “Viagem ao Cretáceo”, publicado pela Editora Bagaço, de Recife. Este livro, ilustrado com desenhos do pintor Luís Karimai, simula uma viagem em busca do conhecimento de um tempo distante, quando os dinossauros habitavam o vale do Cariri.


*** *** ***
O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições
legais, e tendo em vista o disposto no artigo 3º, da Lei nº11.014, de 09 de abril
de 1985, alterado pela Lei nº13.447, de 14 de abril de 2004, RESOLVE
NOMEAR FRANCISCO ASSIS BEZERRA DA CUNHA,
para exercer a
função de Conselheiro do Conselho Estadual de Educação, com mandato de
quatro anos, a partir da data da publicação deste Ato. PALÁCIO IRACEMA DO
GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, aos 21 de 05 de 2010.
Cid Ferreira Gomes
GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ
Desirée Custódio Mota Gondim
SECRETÁRIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO
Edgar Linhares Lima
PRESIDENTE DO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO
Registre-se e publique-se.
*** *** ***

Josué de Castro: Ainda um ilustre desconhecido Por: José Romero Araújo Cardoso

A publicação pelo alto comando militar do Ato Institucional número 1, em abril de 1964, trouxe em sua lista os nomes cassados de vários políticos e personalidades ligados ao governo deposto de João Goulart, encontrando-se entre esses o do médico, geógrafo e sociólogo brasileiro, cidadão do mundo, Josué Apolônio de Castro, autor de grandes clássicos como Geografia da Fome (1946) e Geopolítica da Fome (1951), considerados importantes contribuições para as causas humanas, publicados pós-segunda guerra mundial.
Josué de Castro escolheu a França para o exílio, voltando a ministrar aulas em grandes instituições de ensino superior, como a Sorbonne e Vincennes. Instalado na capital francesa, intensificou a luta humanista que marcou toda a vida do grande cientista nacional.
No Brasil, a ditadura militar considerou Josué de Castro persona non grata, recolhendo seus livros das bibliotecas e das universidades nacionais. Quem fosse pego lendo Geografia da Fome, ou outro clássico escrito pelo homem que lutou contra a desnutrição e em prol da paz, estava passível de ser enquadrado na lei de segurança nacional, pois sua produção tornou-se tema proibido.
Escancarar as estruturas de dominação forjadas pelo homem contra o próprio homem foi considerado o grande pecado de Josué de Castro, pois sua ousadia ao denunciar as injustiças sociais garantiu-lhe a ira de inimigos poderosos, pessoas beneficiadas pelo modelo que ainda tem sua vigência nos dias atuais, principalmente quando, com a urbanização anômala e acelerada, recrudesceu o problema da fome e da miséria.
Constatar que Josué de Castro e sua vasta produção ainda são desconhecidos soa como algo misterioso e inadmissível em pleno século XXI, tendo em vista a importância e a atualidade do pensamento deste teórico nacional para a compreensão e elucidação dos graves transtornos sociais que se agigantam cotidianamente, pois a confirmação de profecias feitas há mais de quarenta anos é reconhecida no presente.
Por esta razão justifica-se a busca para alcançar objetivos definidos em projeto de extensão apresentado ao Departamento de Geografia do Campus Central da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, denominado Discutindo a importância e a atualidade o pensamento de Josué de Castro em Escolas Públicas Municipais e Estaduais de Mossoró/RN.
Intuindo assinalar a participação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte nas comemorações do centenário de nascimento de Josué de Castro, ocorrido no ano de 2008, buscamos assistir a um público-alvo bastante parecido no que tange às origens do injustiçado cientista brasileiro.
Quando da aplicação desse projeto de extensão, observamos imediata identificação dos alunos com a vida, com as idéias e com a permanência de suas defesas. Nascido em zona miserável da capital pernambucana, no dia cinco de setembro de 1908, Josué de Castro nunca esqueceu suas origens, pois mesmo quando desempenhava a mais alta e importante função, quando de suas gestões no Fundo das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, criada sob os auspícios do seu particular amigo Lord J. Boyd Orr, sempre voltava aos mangues recifenses para ouvir seus personagens de infância, os catadores de caranguejos, saber como vivam, o que pensavam e o que sofriam devido à intensidade das mazelas sociais que nos dias de hoje são mais intensas e profusamente presentes em nossa sociedade.
Josué de Castro teve a iniciativa de pintar o quadro social com cores berrantes, não poupando o dramático e tétrico problema da fome em sua real dimensão, tendo alertado as autoridades mundiais para o colapso geral caso não abrissem mãos das vantagens impressionantes desfrutadas por uma pequeníssima minoria privilegiada e agraciada com todos os benefícios da exclusão da grande maioria, pois afirmou que um terço da população mundial não dormia temendo os outros dois terços que passavam fome.
A defesa intransigente da paz se constituiu em um dos pilares das propostas de solução para o problema da fome no planeta. Josué de Castro defendeu com entusiasmo que a segurança social, compreendida pelo investimento em saúde, educação, cultura, nutrição, etc., é muito e infinitamente mais importante que a segurança nacional baseada em armas, não se justificando o destino astronômico de recursos para a modernização do setor armamentista, o qual tem uma única finalidade, quer seja, fomentar a morte e a destruição.
Com certeza, encontramos uma importante explicação para o ódio devotado pela ditadura militar contra Josué de Castro nesta máxima em prol da vida, da harmonia e da solidariedade entre os povos.
A indicação de Josué de Castro duas vezes para o Nobel da Paz encontra-se na intransigência com que defendeu a idéia de que a felicidade humana, traduzida na segurança social, é mais importante do que a ênfase aos disparos de canhões e metralhadoras que levam a desgraça aos quatro cantos do planeta.
Levar o exemplo de Josué de Castro para estudantes do ensino fundamental de escolas públicas municipais e estaduais, seja de Mossoró ou de qualquer outro município potiguar ou brasileiro, constitui-se, indubitavelmente, em importante fundamento que alicerça a formação de novas consciências, tendo em vista que ao superar a pobreza crônica, apostando na educação e na cultura, fez de Josué de Castro modelo a ser seguido a fim de buscar novos horizontes em uma sociedade estruturada de forma rígida e inflexível no que diz respeito à manutenção dos privilégios que a cada dia que passa se tornam mais intensos e desrespeitosos para os que sofrem com as condições sociais aviltantes impostas pelos homens contra os próprios homens.

(*) José Romero Araújo Cardoso. Geógrafo. Professor-adjunto do Departamento de Geografia da UERN. Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente.
Contatos: Rua Raimundo Guilherme, 117 – Quadra 34 – Lote 32 – Conjunto Vingt Rosado – Mossoró – RN – CEP: 59.626-630 – Fone: 084-3314-4099 – E-mail: romero.cardoso@gmail.com.
--
José Romero Araújo Cardoso

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31