xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 23/05/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 maio 2010

Quero - Carlos Drummond - Texto enviado por Mônica Araripe


Quero
Quero que todos os dias do ano
todos os dias da vida
de meia em meia hora
de 5 em 5 minutos
me digas: Eu te amo.

Ouvindo-te dizer: Eu te amo,
creio, no momento, que sou amado.
No momento anterior
e no seguinte,
como sabê-lo?

Quero que me repitas até a exaustão
que me amas que me amas que me amas.
Do contrário evapora-se a amação
pois ao não dizer: Eu te amo,
desmentes
apagas
teu amor por mim.

Exijo de ti o perene comunicado.
Não exijo senão isto,
isto sempre, isto cada vez mais.
Quero ser amado por e em tua palavra
nem sei de outra maneira a não ser esta
de reconhecer o dom amoroso,
a perfeita maneira de saber-se amado:
amor na raiz da palavra
e na sua emissão,
amor
saltando da língua nacional,
amor
feito som
vibração espacial.

No momento em que não me dizes:
Eu te amo,
inexoravelmente sei
que deixaste de amar-me,
que nunca me amastes antes.

Se não me disseres urgente repetido
Eu te amoamoamoamoamo,
verdade fulminante que acabas de desentranhar,
eu me precipito no caos,
essa coleção de objetos de não-amor.

Carlos Drummond de Andrade

O império manda, as colônias obedecem. por Elmano Rodrigues Pinheiro


Após a Segunda Guerra Mundial, quando as forças aliadas saíram vitoriosas, o governo dos EUA tentou tirar o máximo proveito de sua vitória militar. Articulou a Assembléia das Nações Unidas dirigida por um Conselho de Segurança integrado pelos sete países mais poderosos, com poder de veto sobre as decisões dos demais. Impôs o dólar como moeda internacional, submeteu a Europa ao Marshall, de subordinação econômica, e instalou mais de 300 bases militares na Europa e na Ásia, cujos governos e mídia jamais levantam a voz contra essa intervenção branca.

O mundo inteiro só não se curvou à Casa Branca porque existia a União Soviética para equilibrar a correlação de forças. Contra ela, os EUA travaram uma guerra sem limites, até derrotá-la política, militar e ideologicamente. A partir da década de 90, o mundo ficou sob hegemonia total do governo e do capital estadunidenses, que passaram a impor suas decisões a todos os governos e povos, tratados como vassalos coloniais. Quando tudo parecia calmo no império global, dominado pelo Tio Sam, eis que surgem resistências. Na América Latina, além de Cuba, outros povos elegem governos antiimperialistas. No Oriente Médio, os EUA tiveram que apelar para invasões militares a fim de manter o controle sobre o petróleo, sacrificando milhares de vidas de afegãos, iraquianos, palestinos e paquistaneses. Nesse contexto surge no Irã um governo decidido a não se submeter aos interesses dos EUA. Dentro de sua política de desenvolvimento nacional, instala usinas nucleares e isso é intolerável para o Império. A Casa Branca não aceita democracia entre os povos. Que significa todos os países terem direitos iguais. Não aceita a soberania nacional de outros povos. Não admite que cada povo e respectivo governo controlem s eus recursos naturais. Os EUA transferiram tecnologia nuclear para o Paquistão e Israel, que hoje possuem bomba atômica. Mas não toleram o acesso do Irã à tecnologia nuclear, mesmo para fins pacíficos. Por quê? De onde derivam tais poderes imperiais? De alguma convenção internacional? Não, apenas de sua prepotência militar.

Em Israel, há mais de vinte anos, Moshai Va nunu, que trabalhava na usina atômica, preocupado com a insegurança que isso representa para toda a região, denunciou que o governo já tinha a bomba. Resultado: foi sequestrado e condenado à prisão perpetua, comutada para 20 anos, depois de grande pressão internacional. Até hoje vive em prisão domiciliar, proibido de contato com qualquer estrangeiro. Todos somos contra o armamento militar e bases militares estrangeiras em nossos países. Somos contrários ao uso da energia nuclear, devido aos altos riscos, e ao uso abusivo de tantos recursos econômicos em gastos militares. O governo do Irã ousa defender sua soberania. O governo usamericano só não invadiu militarmente o Irã porque este tem 60 milhões de habitantes, é uma potência petrolífera e possui um governo nacionalista. As condições são muito diferentes do atoleiro chamado Iraque. Felizmente, a diplomacia brasileira e de outros governos se envolveu na contenda. Esperamos que sejam respeitados os direitos do Irã, como de qualquer outro país, sem ameaças militares.

Resta-nos torcer para que aumentem as campanhas, em todo mundo, pelo desarmamento militar e nuclear. Oxalá o quanto antes se destinem os recursos de gastos militares para solucionar problemas como a fome, que atinge mais de um bilhão de pessoas. Os movimentos sociais, ambientalistas, igrejas e entidades internacionais se reuniram recentemente em Cochabamba, numa conferência eco lógica mundial, convocada pelo presidente Evo Morales. Decidiu-se preparar um plebiscito mundial, em abril de 2011. As pessoas serão convocadas a refletir e votar se concordam com a existência de bases militares estrangeiras em seus países; com os excessivos gastos militares e que os países do Hemisfério Sul continuem pagando a conta das agressões ao meio ambiente praticadas pelas indústrias poluidoras do Norte. A luta será longa, mas nessa semana podemos comemorar uma pequena vitória antiimperialista. Frei Betto é escritor e João Pedro Stedile integra a direção da Via Campesina

Fonte: CAROS AMIGOS

Recriando a Vida - Cientistas "inventam" bactéria - Vaticano adotou cautela


"É uma grande descoberta", diz Vaticano sobre primeira célula viva produzida com DNA artificial

Autoridades da Igreja Católica disseram nesta sexta-feira que a primeira célula sintética, cuja criação foi anunciada na quinta-feira, poderia ser um avanço positivo se corretamente usado _mas avisaram aos cientistas que só Deus pode criar a vida. O Vaticano e a igreja italiana adotaram cautela em sua primeira reação ao anúncio, feito por cientistas americanos, da produção de uma célula viva contendo DNA artificial. Eles lembraram aos cientistas da responsabilidade ética do progresso tecnológico e disseram que a maneira como a inovação será aplicada no futuro é crucial. "É uma grande descoberta científica. Agora temos de entender como ela será implementada no futuro", disse o monsenhor Rino Fischella, principal bioeticista do Vaticano.

"Se nos assegurarmos de que é para o bem de todos, do ambiente e do homem que o habita, manteremos a mesma avaliação", afirmou. "Se, por outro lado, o uso dessa descoberta se voltar contra a dignidade e o respeito pela vida humana, nossa avaliação mudará." Fischella, que chefia a Academia Pontifícia para a Vida, ressaltou que não há necessidade de confronto entre ciência e fé. "Nós olhamos a ciência com grande interesse. Mas pensamos, acima de tudo, no significado que deve ser dado à vida", declarou Fischella à TV italiana RAI. "Só podemos concluir que precisamos de Deus, a origem da vida." O jornal do Vaticano, "L'Osservatore Romano", disse que é preciso combinar "coragem com cautela" no que diz respeito à descoberta. O grupo que produziu a célula sintética afirma que seu estudo é uma recriação de vida existente, não a criação de vida do nada. Mas o pioneiro da genômica Craig Venter, líder do grupo de pesquisas, disse que o projeto abre o caminho para a produção de organismos novos. O bispo Domenico Mogavero, da conferência dos bispos da Itália, manifestou preocupação com o avanço.

"Fingir ser Deus e macaquear seu poder de criação é um risco enorme, que pode levar o homem à barbárie", decretou o religioso ao jornal "La Stampa".

Da Associated Press

JOÃO DO CRATO:O CAMALEÃO ENCANTADO DA CHAPADA-Por Wilson Bernardo.

Camaleão! isso mesmo. Espécie multi face em cores e resistente ao tempo de estiagens, na sobrevivência da chapada encantada, povoada de predadores. João resiste à secular indústria fabricante de enlatados desfazeres da música Brasileira, no que tem de pior para o consumo, a muita e insignificante distonia de intérpretes, sons e discos sem a menor confluência com os grandes mestres da bluesmania. O show de sexta passada, foi na verdade, o resgate de uma longa estrada de influência ao cantar, principalmente quando o instigado camaleão, lembra de seus pais como os principais formadores de sua magnifica trajetória musical, desde os grandes clássicos, assim como as cantigas de ninar de domínio publico. Impensável 30 anos sem CeDer, aos consumidores de enlatados a vácuos, consumidores de Glúten.

João e as irmãs,eternas parceiras de vida e estrada.

O violão Magico do Jardim Mississipi blues.

Demon sutilezas e lituanas baquetas.

Assim como o Camaleão, a lenda da chapada do Jardim, Manel dedos de marionetes.

Ibbertson Nobre, errar o seu nome é com certeza acertar a maestria das notas.

Para João do Crato Camaleão,a luz será sempre divina ao místico Kariri.

Wilson Bernardo (Fotografia & Texto)

Só próxima pesquisa vai confirmar se Serra e Dilma estão empatados, afirma analista


Levantamento divulgado pelo Datafolha mostrou tucano e petista com 37%


O empate entre os pré-candidatos Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) na corrida eleitoral, apontado em pesquisa Datafolha divulgada nesta sábado (22), só poderá ser mesmo confirmado depois que a próxima pesquisa eleitoral for divulgada, segundo Marco Antonio Villa, historiador e professor de Ciências Políticas da Ufscar (Universidade Federal de São Carlos). Datafolha: Dilma e Serra aparecem empatados. O levantamento mostra Dilma e Serra com 37% das intenções de voto. Marina Silva (PV) está em terceiro lugar, com 12%. A petista e o tucano já apareciam tecnicamente empatados nas duas últimas pesquisas eleitorais feitas em maio – do Instituto Sensus e do Vox Populi. A expectativa é de que o Ibope publique uma nova sondagem no início de junho.

Segundo Villa, a ascensão de Dilma se deve principalmente à influência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele afirmou ao R7 que os programas de TV com Lula defendendo os feitos da ex-ministra não são decisivos, mas pesam nesta fase da pré-campanha. - A subida dela deve-se fundamentalmente ao Lula. Ficou claro que ela é a candidata do presidente. O numero de pessoas que não sabem que ela é a candidata do Lula é muito pequeno.

Villa afirma que o patamar do ex-governador de São Paulo surpreende.

- O que chama mais atenção é os 37% do Serra. Com todo o bombardeio da Dilma, com Lula constantemente violando as leis eleitorais, o Serra ainda consegue ter 37% das intenções. Ele saiu do governo e diminuiu os holofotes, no caso dela é o contrário, o presidente diz que ela é a candidata. Apesar dos pré-candidatos terem colocado o debate na rua e começado a viajar pelo país, Villa afirma que a campanha presidencial só deve começar, de fato, após a Copa, na segunda quinzena de julho. Ele prevê, neste ano, uma eleição tão disputada quanto a de 1989, quando Lula perdeu no segundo turno para Fernando Collor.

Limite

Questionado sobre a possibilidade de Dilma ter atingido seu patamar de votos do eleitorado cativo do presidente, Villa disse que a maioria do eleitorado já sabe que a petista é a candidata de Lula e só o tempo vai dizer se ele atingiu o patamar de transferências de voto para a candidata.

- Ficou claro que ela é a candidata do presidente. O numero de pessoas que não sabem que ela é a candidata do Lula é muito pequeno. [...] Ela tem 37% das intenções, Lula tem 73% da aprovação, o que mostra menos da metade da transferência. Em relação à pré-candidata do PV, Villa afirma que o cenário eleitoral não deve sofrer grandes alterações para Marina. Para ele, Marina teria que “chamar os holofotes” para si, coisa que não tem conseguido fazer. - Marina não consegue decolar, vai ficar em torno de 10%, 12%. [...] Ela teria que ter uma campanha muito diferente dos principais candidatos, mas não consegue. O resultado que ela obteve não é ruim, mas deve ficar em torno disso.

Fonte: R7

Casamento de minha filha Jéssica e Anderson - Por João César Mousinho de Queiroz

1-Entrando com a Noiva Jéssica na Igreja.
2-Os noivos Jéssica e Anderson.
3-Entregando a Noiva Jéssica ao Noivo Anderson.
4-Os noivos indo para o altar.
5- No altar.
6-Recém-Casados Senhora Jéssica e senhor Anderson.
7-Brinde pais do noivo - Anderson.
8- Brinde com os pais da noiva -Jéssica.
















































CNJ revela que Brasil tem 10,5 mil grampos telefônicos


NE - Você está grampeado ? Os números oficiais...

Órgão mantém controle sobre o número de escutas para evitar abusos da Justiça. O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) está de olho nas autorizações de interceptações telefônicas pelo Judiciário. O órgão recebem, mensalmente, informações dos juízes que acolheram pedidos da polícia ou do Ministério Público e autorizaram as escutas. Atualmente, há 10,5 mil interceptações telefônicas em curso no Brasil, conforme revela um levantamento do CNJ. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo . A juíza auxiliar da Corregedoria do CNJ, Salise Monteiro Sanchotene, avalia que o número ainda é pequeno.O órgão mantém controle sobre o número de escutas para evitar abusos da própria Justiça.

"- É um número relativamente pequeno de interceptações, não é nada para um país de 180 milhões de habitantes". De acordo com o delegado Luiz Fernando Corrêa, diretor-geral da Polícia Federal, a PF faz monitoramento de comunicações em 391 casos. Corrêa defende uma mudança na lei das interceptações: "- Não podemos enfrentar adequadamente a criminalidade organizada com esse estágio atual de tecnologias. A privacidade a serviço do crime não interessa para a sociedade."

A Polícia Federal, inclusive, já divulgou um novo sistema de interceptação telefônica que facilitará os trâmites com o Judiciário. O SIS (Sistema de Interceptação de Sinais) exclui as operadoras telefônicas e permitirá que a autorização de escutas seja feita pela internet. Na prática, Polícia e Ministério Público encaminharão ao juiz responsável pelo caso investigado, por meio de um sistema eletrônico, o pedido de interceptação, incluindo e-mails, VOIPs e comunicação de dados. Se o juiz autorizar a interceptação, policiais e procuradores serão informados. O juiz também vai ordenar, por meio do mesmo sistema, o início das interceptações. Um aparelho ficará instalado nas centrais das operadoras de telefonia para que o sinal das ligações seja imediatamente transferido para a Polícia, que passará a estocar e a decodificar as ligações. As empresas de telefonia não terão nenhuma informação de que um de seus clientes está sob investigação e tem suas conversas gravadas pela PF. A PF afirma que o novo sistema evitará possíveis vazamentos nas operadoras e, ao retirar das empresas a obrigação de efetivar as interceptações, reduzirá custos. Hoje, as empresas de telefonia sabem desde o início qual cliente está sob investigação. A ordem do juiz para que uma pessoa tenha suas ligações gravadas é comunicada diretamente às operadoras, responsáveis por operacionalizar os desvios de voz para escutas telefônicas. Para a Ordem dos Advogados do Brasil, o novo sistema diminuirá o risco de vazamentos e o CNJ adquiriu legitimidade para fiscalizar informalmente as interceptações. O presidente da entidade, Ophir Cavalcante, considerou positivo o controle informal que Judiciário passará a ter sobre as escutas. "- Não caberá ao Judiciário analisá-las, mas haverá um controle de quem as autorizou e dentro de que investigação." O advogado criminalista Alberto Zacharias Toron concorda. "- Vejo isso como um avanço tecnológico importante." No entanto, eles destacam que o novo sistema não resolve o problema de abusos nas escutas. De acordo com o criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, a interceptação deveria ser usada apenas como último recurso. "- Existem dois interesses em jogo: o da investigação e o da liberdade individual. Não é possível que o segundo se submeta a uma fúria investigatória."

Fonte: R7

Parece pesadelo, mas é a realidade – postado por Armando Lopes Rafael


Para Roberto Jefferson, eventual eleição de Collor para o governo de Alagoas é “mais um degrau” para volta à Presidência
Fonte: O POVO com informações do UOL Notícias
O
presidente nacional do PTB e ex-deputado federal Roberto Jefferson afirmou nesta sexta-feira, 21, em Maceió (AL), que a candidatura do senador Fernando Collor de Melo ao governo de Alagoas é “mais um degrau” para consolidar o projeto do partido de reconduzi-lo à Presidência da República. A declaração foi dada durante encontro com jornalistas.
“Ele é o maior ícone do PTB e está reconstruindo sua trajetória política, que foi abruptamente abortada numa das maiores ilegalidades que o Brasil já assistiu. Eu aposto na eleição dele aqui em Alagoas. A candidatura de Collor está consolidada, ele vai fazer um governo inesquecível e se credencia para a disputa da Presidência”, disse ele, que cumpre agenda política no estado até o próximo domingo, 23.
Segundo Jefferson, a candidatura de Collor à Presidência acontecerá no momento que o senador “se sentir pronto”. Mas o ex-deputado arriscou uma aposta: "Ele quem vai dizer, mas seria emblemático que fosse em 2014, já que 14 é o número do nosso partido. Ele vai começar reconduzido pelo seu povo, depois, pelo País. Ele é o meu candidato de 2014", declarou.
Mensalão

O presidente do PTB ainda comparou as denúncias que Collor enfrentou em 1992 com o mensalão do PT, no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que – para ele – foram “incomparavelmente” mais graves. "Paulo César Farias (ex-tesoureiro da campanha de Collor em 1989) é menino de procissão perto de Delúbio Soares, Marcos Valério, dessa turma do PT. Collor caiu porque não tinha base parlamentar”, disse.

Fonte: O POVO

Estou mudando o sistema de Avaliações do Blog

Amigos,

Percebi que o sistema de avaliações precisava de umas mudanças, porque uma coisa é avaliar o Artigo, outra é avaliar o Conteúdo que o artigo traz, e outra seria a reação ante o Conteúdo do Artigo. Outra seria ainda a avaliação sobre o tema abordado. Seria mais ou menos assim:

Quanto ao Artigo ( A escrita, reportagem, fotos, etc ):

-Ótimo Artigo ( bem escrito )

-Artigo Bom
-Artigo Regular
-Artigo Fraco

Quanto ao Conteúdo:

-Concordo com o conteúdo
-Discordo do Conteúdo

Quanto ao Tema:

-O Tema é Bom
-O Tema é Fraco

Quanto à Reação individual à notícia, ao conteúdo:

-Fiquei feliz em saber da notícia
-Fiquei triste em saber da notícia

Reparem que as combinações são possíveis: Um artigo pode ser bem-escrito, ser de um tema fraco, concordar-se com o conteúdo e a reação é ficar triste em saber da notícia.E por aí vai... Como o espaço para as avaliações é bastante limitado, eu só pude colocar as que estão agora, se alguém quiser sugerir alguma mudança, fique à vontade. Podemos melhorar ainda mais. Agora, uma coisa importante, seria bom que cada pessoa que avaliasse, pudesse escrever um comentário, se gostou do artigo, do conteúdo, etc. Usem o espaço dos comentários para isso.

Dihelson Mendonça

Após decadência, Cariri volta a atrair investimentos


Fonte: jornal O POVO deste domingo

Maquete do futuro Centro de Convenções do Cariri, ora em construção em terreno situado no município de Crato (o jornal publicou foto informando, erroneamente, que o Centro ficava em Juazeiro do Norte)
Construção civil aquecida, unidades de ensino superior e Centro de Convenções sendo erguido, grandes redes de comércio se estabelecendo, indústrias e uma oferta de serviços que tornam as cidades independentes. A região do Cariri, com predominância das cidades de Juazeiro do Norte e Crato, pode se vangloriar de ter vida própria. Uma rápida passagem pelos centros urbanos dos maiores municípios mostra o porquê de o Cariri ter retomado o seu rumo depois de ter na década de 1980 amargado a participação de 3% do PIB cearense, quando duas décadas atrás chegou a responder por 26% dessa fatia.

A efervescência econômica da região é explicada pelo vice-prefeito de Juazeiro do Norte, José Roberto Celestino, ex-liderança classista do comércio, por uma série de fatores. Segundo ele, parte se deve ao setor calçadista, revitalizado no final da década de 1990. “Sobral tem uma mega fábrica. Nós temos 300 pequenas empresas”, explica a diferença, responsável por cerca de 70 mil empregos. Para além do setor de calçados, Celestino cita outros serviços nas áreas de moda, buffet, artesanato e a chegada da Universidade Federal do Ceará (UFC) na região como alavancadores desse processo mais recente. Atualmente são mais de 50 cursos de graduação e 10 de pós-graduação em oferta na cidade de Juazeiro. “Aqui o negócio está tão forte que os terrenos tem se valorizado de forma absurda”, ressalta.
Em termos de futuro, Celestino acredita que a região tem um potencial enorme a ser explorado, apesar de sentir a necessidade de uma maior presença do poder público, como na reforma do aeroporto, por exemplo, que não tem tido a devida atenção. A mesma opinião tem a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Ana Salustiano, para quem o desenvolvimento econômico da região é, até de certa forma, surpreendente. “Nos falta muita ajuda do poder público, mas a região do Cariri só faz crescer”.

Celestino também não arrisca prognóstico para o futuro, apesar de apontar no turismo científico e religioso como vocações que tendem a oferecer mais oportunidades econômicas para a região. (Luiz Henrique Campos - lhcampos@opovo.com.br)

Fonte: O POVO, 23-05-2010 / Postado por Armando Lopes Rafael

Mistica não é mais a mesma. por Elmano Rodrigues Pinheiro



Nos tempos em que padre Cícero atuava, indicação do religioso tinha força de lei. Hoje, o vigor do símbolo é mais folclórico do que efetivo

Denise Rothenburg


Juazeiro do Norte — Na terra em que a figura do padre Cícero Romão Batista está em toda parte, religião e política se misturam. Não existe um candidato a governador ou senador que não passe pela estátua ou pela capela onde o Padim Ciço está enterrado. Foi o próprio padre que, em 1911, colocou política e religião sob o mesmo teto, ao se tornar o primeiro prefeito da cidade emancipada do Crato (CE).

Naquele tempo, bastava o padim apoiar e o político estava eleito. Foi assim, por exemplo, em 1921, com o deputado Floro Bartolomeu, que se lançou candidato a federal avulso, sem legenda, apenas com a chancela de padre Cícero, famoso pelas romarias que congregava no Nordeste.

“A cidade de Juazeiro só cresceu por conta da importância política de Padre Cícero. No seu tempo, ele foi consultado e ouvido pelo presidente da República. Juazeiro tinha muito mais importância nacional”, conta o deputado Manoel Salviano (PSDB-CE), que é da região do Cariri e na última semana recebeu o pré-candidato do PSDB, José Serra, para uma visita à cidade e aos militantes tucanos.

Hoje, no entanto, a população está mais ressabiada, separando mais as estações. “Hoje é assim: se vier no tempo de candidato, não vale nada”, afirma Luiz José dos Santos, 90 anos. Ele chegou a Juazeiro há 68 anos, de visita. Vinha de Pernambuco, da cidade de Belo Jardim, onde nasceu. O “padim apareceu e pediu que eu ficasse”, afirma, referindo-se a uma “visão divina”. Hoje, esse senhor é famoso pelas “rezas” que faz sobre a cabeça daqueles que o procuram na entrada da Capela do Socorro, onde está enterrado o Padim. “Em tempo de romaria, não dá para nem para falar com ele”, conta Terezinha Silva Santos, 64 anos, que não faz a menor ideia sobre a existência de eleição este ano ou mesmo quem são os candidatos.

Valor
A população da cidade hoje não se deixa levar pela mistura total de política e religião daquela época, mas muitos, na hora do voto, consideram que tipo de fiel é um candidato. “Aqui, a pessoa dá muito valor à Igreja. Eu mesmo valorizo muito um candidato que tenha fé”, comenta Maria Cilene Barbosa, trabalhadora rural aposentada, prestes a completar 79 anos. Ela ouviu falar da visita de José Serra na TV, até prestou alguma atenção, mas diz que ainda não escolheu em quem votará: “Na hora, a gente vê”, diz ela, que não está muito ligada no assunto. O artesão José Everaldo Vieira da Silva, 23 anos, vai na mesma linha: “Nem sei quando tem eleição. É este ano? Eu sei que tem Copa do Mundo”, afirma.

A mesma população que não está nem aí para a eleição, está de olho no Vaticano. O padre José Venturelli, responsável pelo horto onde fica a estátua de Padre Cícero, fez parte da comissão que, em 2006, foi a Roma colher informações sobre o processo de reabilitação de Padre Cícero, que morreu em 1934 sem saber que estava excomungado da Igreja. “Cometemos duas mancadas: a primeira foi não levar a Roma dados sobre como o estudo estava prosseguindo. E a segunda foi o vazamento de que iria chegar lá um grupo popular de pressão pela canonização. Portanto, não fomos bem recebidos”, conta Venturelli. “O Papa ainda não sabe, mas meu padrinho já é santo lá no céu. Onde o povo coloca, ninguém tira”, diz Terezinha, resumindo a visão que predomina em Juazeiro. Ali, Padre Cícero é o senhor do destino. Ali, diz a sabedoria popular, eleição, saúde, diploma, são as “graças alcançadas” com as bênçãos do padrinho.


EMPATADOS
A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, empatou com seu maior adversário, o ex-governador José Serra (PSDB), nas intenções de voto dos eleitores, segundo pesquisa Datafolha, divulgada ontem pelo jornal Folha de S.Paulo. Ambos aparecem com 37%. Na sondagem anterior, em meados de abril, a ex-ministra tinha 30% das intenções de voto e Serra, 42%. A pré-candidata do PV, Marina Silva, manteve-se estável em relação à última sondagem, com 12%. Votos nulos, em branco ou nenhum somam 5%. Os indecisos são 9%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 12044/2010. Realizada na quinta-feira e sexta-feira com 2.660 eleitores, possui margem de erro de dois pontos percentuais.

Correio Braziliense , 23 de maio de 2010 - Denise Rothenburg - Política.

Recorde

22/05/2010 - 10h00
Popularidade do governo Lula vai a 76% e volta a nível recorde
Folha On Line
da Sucursal de Brasília


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a registar 76% de aprovação para o seu governo, um recorde desde que assumiu, em janeiro de 2003. O petista tinha obtido essa taxa em março deste ano, mas depois recuara para 73%, em abril. Os dados são de pesquisa nacional Datafolha realizada ontem e anteontem com 2.660 entrevistas.
A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O mais notável na popularidade presidencial é que a curva tem se mantido acima de 70% desde dezembro, quando o país soube que a economia já estava em franca recuperação após a crise financeira internacional.
Além dos 76% que avaliam o governo Lula como "bom" ou "ótimo", outros 19% o apontam como "regular". E 5% classificam a gestão lulista como "ruim" ou "péssima". Só 1% diz não saber responder. O recorde foi captado pelo Datafolha numa semana em que o petista esteve fora do país. Lula foi ao Oriente Médio e anunciou junto com a Turquia acordo com o Irã visando diminuir a tensão na região.
Embora contestada por vários países desenvolvidos, a negociação de Lula recebeu ampla cobertura da mídia brasileira, rendendo muita exposição ao presidente no noticiário.
Lula é o presidente mais bem avaliado desde o fim da ditadura. Fernando Collor (1990-1992) teve máxima de 36%. Fernando Henrique Cardoso (1995-2001) chegou a 47%. Lula obteve agora sua melhor nota, de zero a dez. Desta vez, a nota foi 8,0, nunca antes registrada --havia sido 7,9 em abril. No auge do escândalo do mensalão, em 2005, a média de Lula chegou a cair para 5,4.

CRATO HOJE - Tempo Nublado, mas sem chuvas...


Sem as chuvas, o perigo dos incêndios na Floresta do Araripe !




Bom Domingo, Gente!

Após uma semana estafante, finalmente chegamos nesse dia de domingo abençoado de descanso semanal. Mas o Blog do Crato não pára. Trazemos 11 matérias apenas nessa manhã. E a previsão do tempo? Até que choveu em torno de 06 horas da manhã. O dia amanheceu nublado, com rajadas de sol. Ontem, dia quente, atípico para esta época: 29 graus na Vilalta. Nem parece com outros anos, em que nos meses de Maio, Junho e Julho tínhamos aquele friozinho característico do Crato. Minha grande preocupação é que sem as chuvas, praticamente não tivemos mudança nas estações do ano. E sem as chuvas, o perigo de incêndios na Floresta do Araripe nos meses de Setembro, Outubro e Novembro aumenta bastante. Apelemos aos Céus !

Por: Dihelson Mendonça
Fotos: Incêndio de 2007 - Pachelly Jamacaru

BioDiversidade - Por: José de Arimatéa dos Santos


A biodiversidade significa tudo que é vivo na natureza, desde de uma bactéria ao maior em tamanho ser vivente. É um conjunto em que todos devem viver harmonicamente e felizes numa cadeia em que a preservação da vida é constante. Nenhum é melhor do que o outro, pois a dependência é o nome. Somente a espécie humana se acha superior e destroi todo esse encadeamento que é a biodiversidade. Os inimigos do verde dizem que deve preservar primeiro o homem, como se a humanidade não fizesse parte desse belo conjunto que é a natureza. O homem simplesmente é um ente como outro qualquer e deve ser o mais responsável para a continuidade da biodiversidade. Pela continuação da vida. Se a espécie humana continuar a depredar como depreda atualmente o fim desse rico e majestoso conjunto beira ao fim.

Urge uma análise da nossa atitude quanto ao cuidado que devemos ter com o meio ambiente. Cuidar do lixo e da consequente preservação de tudo que é animal e planta denoda a grande inteligência humana. Além disso podemos colocar nessa relação o devido e inexorável cuidado com a água, líquido que além de matar a sede nos traz desenvolvimento. Mas esse desenvolvimento deve ser sustentável ecologicamente de uma forma que agrida o mínimo possível a biodiversidade. Está mais do que na hora de uma atitude que revele a grande inteligência do ser humano e procure não desmatar para o cultivo de monocultura ou para o gado. As áreas desmatadas já são muitas e carece de um maior controle, pois muitas das vezes já estão a se transformar em desertos. O homem faz parte da biodiversidade evidentemente, portanto deve está atento para a preservação e continuidade dessa aventura que é viver em harmonia com todos os demais seres vivos que fazem parte desse clube chamado terra.

José de Arimatéa dos Santos
Texto e foto

Mensagem do Padre Elias para o Crato e Cariri

Caros amigos e amigas do Crato e do Cariri!
Só para dizer-lhes que reativei o blog de homilias que estava parado desde o ano passado. Se desejarem dar uma olhadinha, fiquem à vontade. Espero que lhes seja útil, de alguma forma. O endereço é: www.pe-elias.blogspot.com
Abraço,

Pe. Elias.

Crocodilo de 80 milhões de anos é descoberto em MG


Peças foram encontradas, por acaso, por fazendeiro do Triângulo Mineiro. O fóssil de um crocodilo que viveu há aproximadamente 80 milhões de anos foi descoberto em uma região de pasto em Campina Verde, no Triângulo Mineiro. O local está sendo considerado como o mais novo sítio paleontológico de Minas Gerais e um dos mais recentes do Brasil. Na próxima semana, pesquisadores começam o trabalho de escavações no local. As informações são do site do jornal Hoje em Dia. A riqueza foi descoberta por acaso. Um fazendeiro havia identificado alguns fósseis no meio do pasto, coberto de capim. Depois de visitar o Museu dos Dinossauros, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, e de ver as características dos materiais em exposição, é que ele os associou com os objetos encontrados nas suas terras.

Especialistas dizem que os primeiros fósseis encontrados na superfície da terra da região estão em bom estado de conservação. Eles acreditam que o crocodilo ainda não foi catalogado pelos paleontólogos. O animal pertenceria ao período cretáceo, no final da era Mesozoica, que era caracterizada pela abundância dos répteis. O diretor do Museu dos Dinossauros, Luiz Carlos Ribeiro, que também faz parte de um grupo de estudiosos coordenado pela UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro), conta que foi procurado pelo pecuarista para visitar o local com a equipe. - Em três horas de atividades, com poucas escavações, encontramos fragmentos de crânios desse tipo de crocodilo, em perfeito estado.

Os "crocodilomorfos", como prefere chamar o coordenador, provavelmente viveram em uma época quando a região era coberta por pouca vegetação e possuía alguns lagos e grotas, onde esses animais se abrigavam. A fazenda está localizada em uma grande depressão que recebeu sedimentos carregados por enxurradas durante milhões de anos. Na visão dos especialistas, o novo sítio tem um grande potencial, especialmente no que se refere à quantidade dos fósseis. Por isso, a equipe enviou um projeto à Fapemig (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais) para obtenção de recursos que viabilizem as escavações em Campina Verde por mais alguns meses. Na próxima semana, os trabalhos devem ser realizados em uma área de meio quilômetro quadrado. Na quarta-feira (19), 600 kg de material paleontológico proveniente da Chapada do Araripe, no Ceará, chegaram ao Complexo Científico e Cultural de Peirópolis. Os fósseis são provenientes do Programa de Monitoramento e Salvamento Paleontológico, realizado numa obra de linha de transmissão de rede elétrica entre as cidades de Milagres e São João do Piauí.

A maior parte dos fósseis é de peixes de cinco espécies já conhecidas e descritas na bibliografia, além de troncos vegetais, moluscos e um fragmento de pterossauro que datam de 120 milhões a 130 milhões de anos, segundo Luiz Carlos Ribeiro, do Museu dos Dinossauros. - O programa identifica as potencialidades da região e a equipe técnica acompanha as escavações. Depois de classificadas, elas vão integrar a exposição Fósseis do Brasil, em Uberaba, com objetivo de divulgar a paleontologia das diferentes bacias sedimentares do Brasil.

Fonte: R7

Ficha Limpa divide opiniões

Para Cristovam Buarque, texto final não beneficia os corruptos. Após mudança na redação final do projeto, a dúvida é se a matéria precisa ser votada novamente pela Câmara. Brasília. O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) afirmou que a redação final do projeto Ficha Limpa não servirá para "passar a mão na cabeça" de candidatos com problemas judiciais. O senador Francisco Dornelles (PP-RJ) apresentou uma emenda de plenário ao projeto, estabelecendo que a proibição para que pessoas com condenações por colegiados se candidatem a cargos eletivos só valerá para sentenças proferidas após a promulgação da lei.

O Senado interpretou que a emenda muda apenas a redação do artigo, e não o mérito. Com isso, não precisaria voltar à Câmara para nova votação. Deputados que participaram da mobilização pela aprovação da matéria, no entanto, têm avaliação diferente. Pela emenda, mesmo os poucos casos que seriam atingidos pela proposta poderão se candidatar, como o deputado Paulo Maluf (PP-SP), que é do mesmo partido de Dornelles. Cristovam disse concordar com as declarações dos senadores Demóstenes Torres (DEM-GO), relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), e Dornelles, de que não houve "golpe linguístico". No entanto, ele questionou o fato de ninguém ter percebido que a mudança na redação geraria incertezas. "Como é que nós, 81 senadores, com centenas de assessores, não percebemos que essa mudança geraria dúvidas?", questionou.

Impunidade

O senador Pedro Simon (PMDB-RS), por sua vez, admite que o projeto ainda não é o ideal. Ele acredita que, apesar de ser pouco abrangente, tem a relevância ímpar de ter rompido a barreira e mexido na tese de que o Brasil é o país conhecido pela impunidade na política. "Não acabamos com esta tese, mas começamos uma caminhada que pode ajudar a chegar lá: um país onde gente séria fica na política e gente corrupta fica de fora".

Fonte: Diário do Nordeste

Notícia do Sequestro e Tortura de Jornalista está em 34.000 páginas na Internet !

Pesquisando pela notícia do sequestro e tortura de um jornalista que faz oposição ao governo municipal de juazeiro do Norte no Google, encontramos a ocorrência já em mais de 34.000 páginas, e encabeça a lista o Jornal "O GLOBO" do Rio de Janeiro. A notícia é destaque nesse Domingo também em diversos outros jornais e sites do País, como : Band - O Povo, Portal Imprensa, etc. A repercussão e as consequências desse crime hediondo ( tortura ) serão devastadores. Acredito mesmo que esse rapaz só não foi morto por pura sorte.

Jornalista é sequestrado e torturado em Juazeiro do Norte
www.radiocaicara.com
Jornalista é sequestrado e torturado em Juazeiro do Norte | O POVO ...
Jornalista sequestrado e torturado em Juazeiro do Norte - Ricardo Noblat
Jornalista é sequetrado e torturado em Juazeiro
www.grandesobral.com
Jornalista sequestrado e torturado em Juazeiro do Norte‎
Portal IMPRENSA - Jornalista é sequestrado e agredido na cidade de ...
eBand | Jornalismo | Cidades | Jornalista acusa prefeito e ...


FIM DE TARDE - "Antes que o Pau Chegue"


Para a 6ª versão do evento FIM DE TARDE, a Sertão Pop Produções está trazendo três atrações, todas do Cariri. O nome "Antes que o Pau chegue", é em alusão ao dia seguinte, que será o dia do "Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha"

A Banda Nóia é uma perfeita mistura de Cariri. Ótimos músicos interpretando canções dos bons tempos de décadas passadas. Tocam muito e farão um som bem dançante. O Dr. Divine é de Juazeiro e vai nos brindar com o rock and roll dos anos de 70 e 80, assim como o Dj. Dick que mora no Crato e que vai fazer rolar uma música super retrô.
O PINK FLOYD BAR fica localizado no Sítio Romualdo, entre a cidade de Crato e o Distrito de Arajara, em Barbalha.

Questão de gosto - Por Emerson Monteiro

Triste do amarelo se todos gostassem do encarnado, eis frase que ouvia vezes sem conta de minha sábia mãe, contemporizando o atrito entre os filhos, falando essas coisas da sabedoria popular, segundo ela, aprendidas de seu pai, fiel apreciador dos dizeres do povo. E eu guardo com carinho algumas dessas pérolas definitivas que bem representam filosofia natural, transmitida de geração a geração pela oralidade.
Bom, quanto à questão do gosto, aos poucos a humanidade vem descobrindo o valor da diversidade nos assuntos da civilização. Vinícius de Moraes, numa de suas composições, afirma: Se todos fossem iguais a você que maravilha viver. Diz, mas já sabendo que a vida significa a contagem regressiva da morte, daí a beleza hipotética de seus versos. As dez mil coisas formam o teatro do Universo. O que seria da comédia se todos gostassem da tragédia?
Em matéria de literatura, vale lembrar que Franz Kafka em vida não chegou a publicar uma única de suas obras geniais, restando só à posteridade o raro prazer de apreciá-las. E outro expoente das letras, Jean-Paul Sartre, recusou o prêmio Nobel da Literatura vistas suas razões políticas, desmerecendo no gesto a tão ambicionada comenda dos autores mundiais.
No Brasil, quando Euclides da Cunha publicou Os sertões, trabalho de fôlego a retratar, na visão das elites brasileiras, no conflito de Canudos, retirou-se para uma fazenda no interior paulista pressentindo o fracasso da edição, e ele escolhia se distanciar para não presenciar de perto. Contudo, rápido o livro se esgotava e, ainda hoje, é reconhecido e admirado por muitos.
As diferenças formam o grande todo. Existem pessoas que preferem chã de dentro invés de músculo, e nem por essa razão todo dia se deixa de matar boi. Tem quem coma seus tecidos, independente do nome das partes ou da consistência da carne.
Isso porque há gosto para tudo. Caso as pessoas a quem decepcionamos vez em quando, as quais chegam a formar verdadeiras multidões, exigissem mais de nós ao nos conhecer, por certo facilitariam, com isto, nossa caminhada e economizariam fortunas em sofrimento para si e para outros.
Ser exigente nas escolhas, portanto, evita transtornos futuros e suprime a ilusão dos que se imaginam superiores, quando, na verdade, pecados e virtudes acham-se distribuídas em proporções equitativas no espaço da natureza, sem injustiças ou privilégios, vindo daí o segredo valioso da conformação. E maiores são os poderes de Deus.

RECEITA DE AMOR - Por Xico Bizerra

Insônia das brabas, olhos teimosos sem querer fechar. Abriu um livro e leu um Poema qualquer, de forma aleatória. Fechou o livro, beijou a mulher e recitou-lhe um verso. Amaram-se. No outro dia, a mulher tomou-lhe das mãos o livro, abriu-o, em uma página qualquer, e leu um Poema, também de forma aleatória. Amaram-se. Toda semana iam à Livraria à busca de novos livros de Poesia. Nas bodas de prata, deram-se, um ao outro, um livro de Poemas. Ficam na cabeceira da cama, ao lado de seus retratos, 25 anos atrás.
Por Xico Bizerra

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31