xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 19/04/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

19 abril 2010

Que letra linda!

Deve seruma ilha descoberta em mim um sinal de que seria assim começar a gostar de ti Deve ser um princípio de fascinaçãoo poder de uma revolução ser tocado por você Porque foi assim Como a primavera para quem dorme do seu lado Porque foi pra mim Toda fantasia faz espelho nos seus lábios Deve ser como de repenteo céu se abrir Como ver o que eu não percebi começar a gostar de ti Dever serser agraciado e não saber Nem imaginava merecerser amado por você.
(enviado por: Rahh)

Beatas protagonizam milagres - Hoje, no Diário do Nordeste


Na foto da família do juiz Juvêncio Santana, Padre Cícero está em pé à esquerda. Acredita-se que a última mulher sentada à direita, de roupa preta e cabelo curto, seja a beata Soledade - ACERVO UNIFOR - Beata anônima de Juazeiro. Repressão da Igreja Católica obrigou as beatas a se calarem, sob pena de excomunhão - 18/4/2010

Pesquisa revela papel de outras beatas, reunidas em torno de Apostolado fundado por Padre Cícero

Fortaleza. Um padre, uma beata e uma hóstia transmutada em sangue. Tanto na "história oficial" como nas narrativas populares, estes são os protagonistas do fenômeno que transformou uma pequena comunidade em um espaço sagrado e alçou o padre local à categoria de santo, mesmo à margem da Igreja Católica. Mas ao se debruçar no processo episcopal que investigou o chamado "milagre de Juazeiro", encontram-se não apenas os relatos de Maria de Araújo, como também a descrição de "fenômenos extraordinários" experimentados por outras beatas que faziam parte do Apostolado do Sagrado Coração, fundado pelo Padre Cícero um ano antes do episódio da hóstia. As experiências místicas dessas mulheres e a construção, a partir de seus relatos, de Juazeiro como um lugar sagrado são o tema da dissertação da historiadora Edianne dos Santos Nobre, mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Intitulado "O Teatro de Deus: a construção do espaço sagrado de Juazeiro a partir de narrativas femininas (Ceará, 1889-1898)", o trabalho ressalta a participação dessas mulheres no meio social e religioso, bem como o silêncio imposto pela Diocese do Crato ao darem testemunho de suas vivências místicas.

Sagrado feminino

Ao cruzar informações do processo episcopal que investigou o suposto milagre da hóstia e da correspondência dos vários personagens envolvidos no caso, Edianne Nobre percebeu um envolvimento maior e bem mais relevante de outras beatas do que até então se conhecia. Em seus depoimentos, as mulheres descreviam viagens ao Purgatório, Céu e Inferno, aparecimento de hóstias ensanguentadas, estigmas de crucificação em seus corpos, sangramento de crucifixos de metal maciço, relatos de visões, profecias, êxtases e comunhões espirituais. Juazeirense, foi durante a pesquisa que a historiadora se deparou com relatos até então ausentes do que se sabia sobre o milagre. "Na memória local e na historiografia não havia lugar para as beatas, a não ser para considerá-las fanáticas e histéricas, isto quando apareciam de alguma forma. A beata Maria de Araújo era praticamente a única no cenário e mesmo assim apresentada, ora como coadjuvante do evento, ora como embusteira. Parti do pressuposto de que os milagres que foram narrados no processo episcopal pelas beatas são os eventos fundadores de um dos maiores espaços devocionais do Brasil".

Novas personagens

Na investigação, a historiadora localizou o nome de oito beatas que assumiram ter experiências místicas: Ângela Merícia do Nascimento, Antonia Maria da Conceição, Anna Leopoldina Aguiar de Melo, Jahel Wanderley Cabral, Maria das Dores da Conceição de Jesus, Maria Joanna de Jesus, Maria Leopoldina Ferreira da Soledade e Rachel Sisnando de Lima. Muitas dessas mulheres viviam em casas de caridade, criadas pelo Padre Ibiapina para abrigar órfãs, viúvas e outras mulheres que não tivessem o amparo masculino. "No final do século XIX, os espaços de atuação social eram bastante limitados para as mulheres. Minha hipótese é que elas se reuniam em torno do Apostolado do Sagrado Coração, criado em 1888 e que congregava mulheres leigas no povoado de Juazeiro do Norte", aponta. A historiadora explica que, naquele período, havia um esforço da Igreja Católica em promover a romanização dos espaços religiosos, afastando os fiéis de práticas devocionais populares. Instituições como o Apostolado do Sagrado Coração faziam parte das práticas de controle da atividade pastoral. Mas apesar de sua formação romanizada, Padre Cícero defenderá a ocorrência do fenômeno místico, pagando um alto preço. Ironicamente, a primeira manifestação mística ocorreu após uma vigília do Apostolado do Sagrado Coração, realizada na Igreja de Nossa Senhora das Dores na madrugada da primeira Sexta-Feira da Quaresma de 1889. Foi quando, após receber a comunhão do Padre Cícero, a beata Maria de Araújo foi tomada por uma "veemente dor, unida ao mesmo tempo a uma grande consolação da alma". "O interessante é que a hóstia se transformava em sangue mesmo quando o Padre Cícero não ministrava a comunhão, e isso se repetiu por dois anos". Já em 1889, iniciam-se as primeiras romarias à Juazeiro, porém "o objeto de culto não era o Padre Cícero ou as beatas, e sim o sangue precioso".

Devoção
"Inicialmente, o objeto de culto não era o Padre Cícero ou as beatas, e sim o sangue precioso"
Edianne dos Santos Nobre, Historiadora

REPRESSÃO
Almas unitivas, mulheres silenciadas

Fortaleza. O processo episcopal, instaurado pela Diocese do Crato, foi dividido em dois inquéritos. No primeiro, os investigadores se convencem que as beatas eram almas unitivas, ou seja, pessoas que poderiam manifestar milagres por sua pureza e devoção. No entanto, este primeiro inquérito foi rejeitado pelo então bispo do Crato, dom Joaquim José Vieira, que decide formar uma segunda comissão de inquérito. "O que se percebe é que há uma determinação da Diocese do Crato em provar que os milagres eram um embuste, imbuída pela orientação da Santa Sé de suprimir a prática do catolicismo luso-brasileiro", coloca Edianne Nobre. De acordo com a historiadora, o perfil das beatas era bem variado, mas a maioria era de origem humilde. Dos nomes localizados durante a pesquisa, a mais nova tinha 15 anos e a mais velha, 50 anos. No grupo, apenas duas sabiam ler, e uma delas chegou a escrever um memorial descrevendo as visões e revelações que teve.

Apesar do caráter simples e do respeito à autoridade dos padres, houve momentos em que as beatas tomaram atitudes de transgressão para defender o que testemunharam. "Quando um dos padres da comissão de inquérito ministrou a hóstia para Maria de Araújo e não houve o sangramento, ele logo colocou que estava ali a prova de que era uma fraude. Ao que a beata retrucou que a hóstia não sangrou por ele estar em pecado, porque já pressupunha que aquilo era condenável". A Diocese do Crato logo tomou medidas severas para sufocar as alegações de que houve um milagre em Juazeiro. A ordem era para que as beatas silenciassem sobre tais fenômenos e ficassem recolhidas sob pena de excomunhão, sendo também proibidas de receber visitas. Além do Padre Cícero, outros 40 sacerdotes que acreditavam no milagre foram destituídos de suas ordens. "Só que estes pediram perdão a Dom Joaquim e foram reabilitados. Padre Cícero foi o único que nunca se retratou. Numa das cartas ao bispo do Crato, ele afirma ser obediente à Igreja, mas que não poderia trair a fé dele". Pessoas que declarassem acreditar nos milagres não podiam se confessar ou casar. "Muitos casais iam casar em cidades vizinhas para não terem que negar sua crença", reforça Edianne. Como a menção ao sangue precioso foi proibida, opera-se uma ressignificação dos milagres que leva à organização de Juazeiro do Norte como cidade, no início do século XX. "Para justificar a devoção e impedir medidas extremadas da Diocese contra as romarias que chegavam a Juazeiro, Padre Cícero justifica o movimento como uma devoção não mais ao sangue precioso, mas à Mãe das Dores, padroeira do povoado. Destituído de ordens, Padre Cícero entra no campo da política e da organização urbana, articulando a transformação de Juazeiro do Norte em cidade, cuja independência do Crato será obtida em 1911".

Karoline Viana Repórter

SEPULCRAL SILÊNCIO - Por: José Nilton Mariano Saraiva

UM ESCLARECIMENTO NECESSÁRIO
Usar este valioso espaço requer muita responsabilidade de quem tem o privilégio de. Assim, é bom que fique claro que a titularidade do texto a seguir é do signatário e que foi elaborado com base no exame da farta literatura disponível sobre. Como, literalmente, “esposamos” uma tese originária da própria Igreja Católica, inexiste a intenção de polemizar, provocar ou desrespeitar quem quer que seja, mas, sim, única e exclusivamente, verbalizar uma posição pessoal sobre uma ocorrência que, até hoje, gera contradições entre os próprios católicos e até no Vaticano. Afinal, assim como os adeptos de Cícero Romão têm o livre direito de venerá-lo, nós outros temos, também, a opção de manifestar-se sobre, à luz dos fatos disponibilizados pela história (os questionamentos, aí, sim, é que são pessoais). Portanto, “cuidado com o santo, que o andor é de barro”.
(José Nilton Mariano Saraiva)
*************************
SEPULCRAL SILÊNCIO
Mentor intelectual, roteirista, produtor, diretor, astro principal e único e solitário beneficiário do que se convencionou denominar “o milagre da hóstia”, peça encenada à exaustão em Juazeiro do Norte na reta crepuscular dos anos 1800, o cratense Cícero Romão Batista, apesar da fama obtida (a posteriori), acabou por ser penalizado e descredenciado para o exercício de qualquer atividade pastoral pela Igreja Católica ("que o reverendo Cícero não seja mais admitido à pregação da palavra de Deus, a ouvir confissões das almas sem especial licença do Santo Oficio"), que, contundentemente, o acusou, formalmente, de “charlatão” (segundo o Houaiss, “pessoa muito esperta que, ostentando qualidades que realmente não possui, procura auferir prestígio e lucros pela exploração da credulidade alheia”); assim, e de conformidade com próceres daquela instituição religiosa, que vivenciaram a época e o fato, tudo resumir-se-ia a um monumental “engodo” (“qualquer tipo de cilada, manobra ou ardil que vise enganar ou ludibriar outrem, induzindo-o a erro”, ainda segundo o Houaiss); e aqui é interessante observar que, decorridos mais de 120 anos, recentemente o escritor Lira Neto, autor de um denso e detalhado livro sobre Cícero Romão, que lhe rendeu rios de dinheiro (Padre Cícero - Poder, Fé e Guerra no Sertão, 576 páginas), ao ser entrevistado sobre o ocorrido em Juazeiro, enfaticamente afirmou, para decepção daqueles que lhe disponibilizaram “carradas” de documentos (foram quase 1.000 laudas, segundo o próprio), que “...não acredito em milagres, mas que lá aconteceu alguma coisa, aconteceu” (uma clara sinalização da sua concordância com a tese do “engodo”, difundido pela Igreja Católica, lá atrás ???). De concreto, o que se sabe é que, estranhamente, a ocorrência dos tais pretensos “milagres” era anunciada com antecedência aos quatro ventos, objetivando a que os romeiros acorressem a Juazeiro num determinado dia, hora e locais indicados (e isso por mais de dois anos), a fim de os presenciarem (exemplo: um religioso do Crato, após dias conclamando os fiéis, arregimentou cerca de 3000 deles e, a pé, empreenderam a viagem para conferir “in loco” um dos “milagres”). Posteriormente, com a divulgação boca-a-boca (como, presumivelmente, o triunvirato Cícero Romão, Floro Bartolomeu e José Marrocos planejara), a movimentação tomou corpo, cresceu assustadoramente e então hordas de crentes, dos mais longínquos e paupérrimos rincões do Nordeste, empreenderam o mesmo sofrido périplo e trataram de, na volta, difundir o tal “milagre da hóstia”. E, assim, a fama de Cícero Romão (como “santo popular”) espraiou-se além fronteiras, e Juazeiro - à sombra e graças àquilo que a própria Igreja Católica classificou como um “engodo” - cresceu exponencialmente (explorando os romeiros) e, hoje, é o que é (indubitavelmente, uma potência).
A estranhar, em todo o processo, a hermética blindagem e o sepulcral silêncio que se abateu sobre uma das suas principais personagens, a humilde beata Maria de Araújo, relegada à condição de simplória figurante, a um ostracismo conveniente (a uma das partes), a uma posição secundária em toda aquela movimentação, a ponto de não haver, na vasta literatura pertinente, qualquer indicação ou referência sobre a sua “causa mortis” e, sequer, onde teria sido sepultada (recentemente, foi lançado o livro “A mulher sem túmulo” que, como o próprio título já anuncia, não esclarece nada).
Sabe-se, apenas e tão-somente (está lá, na farta literatura disponível) que, filha de pais pobres, desde cedo Maria de Araújo foi adotada por Cícero Romão, que a abrigou em sua própria residência; que, de um fanatismo desbragado, dispensava ao seu protetor obediência cega, leal e irrestrita, capaz até de - se necessário - por ele sacrificar-se; e, o mais importante, que, em razão da subnutrição no adolescer, padecia de séria e gravíssima enfermidade, a ponto de expelir sangue pela boca, recorrentemente, muito antes da ocorrência do pretenso “milagre da hóstia”.
E aí, da forma mais natural e elementar possível, afloram os questionamentos que os adeptos de Cícero Romão preferem evitar ou convenientemente olvidar: será que teria havido alguma promíscua relação entre a doença de Maria de Araújo, a reconhecida inteligência de Cícero Romão, a esperteza de José Marrocos, o maquiavelismo de Floro Bartolomeu e a ocorrência do tal “milagre da hóstia” ??? será que teria ela (a beata), servido de mero, banal e vulgar instrumento a fim de viabilização daquilo que a própria Igreja Católica definiu como um “engodo” ??? será que ela (presumivelmente portadora de alguma moléstia, a ponto de sequer sabermos onde foi sepultada) teria sido usada até o limite da sua condição físico-orgânica por aquele em quem tanto confiava ??? Afinal, se à época foram diligentemente providenciados os famosos “paninhos”, depositários do sangue da beata, para uso intensivo e exaustivo como uma das “provas” do milagre, por qual razão depois, providencial e misteriosamente, sumiram ou queimados foram (não se sabe por ordem de quem), como se pudessem constituir algum foco de contaminação, ou mesmo, como se houvesse o temor de, num futuro não tão distante, com a evolução da medicina e do vasto instrumental que certamente adviria, um exame mais detalhado diagnosticasse algo comprometedor e capaz de “demolir” de vez o tal “milagre da hóstia” ???
Não esqueçamos que, muito antes da fama (também está lá, na farta literatura disponível), já se sabia: 1) que, em 1911, sem nenhum constrangimento ou pudor, Cícero Romão e outros dezesseis líderes da região se reuniram em Juazeiro e firmaram, com o então insensível e corrupto governador Antonio Pinto Nogueira Accioi, um espúrio acordo de cooperação mútua, objetivando vantagens e benefícios para o seu grupo político, ocorrência que recebeu a alcunha de “Pacto dos Coronéis”(como se vê, a história do coronelismo por essas bandas não é coisa recente); 2) que, em 1926, o sacerdote Cícero Romão, sem que tivesse procuração ou autoridade institucional para tal, teria sido capaz até de, numa arriscada e calculada jogada de mestre (ou de marketing ???), ludibriar o brabo cangaceiro-marginal Virgulino Ferreira (o Lampião), ao prometer-lhe, em troca dos seus “serviços” num possível enfrentamento com a “coluna Prestes”, condecorá-lo com a patente de “capitão do exército brasileiro”, além de anistiar todos os crimes cometidos por ele e seu bando (o que foi feito, a posteriori, oficiosamente, por exigência do marginal, embora o temido confronto não houvesse se realizado); depois, já distante léguas de Juazeiro, Lampião descobriu que, também, servira como massa de manobra e fora vítima inocente de um grande embuste); 3) que, embora de família reconhecidamente humilde e paupérrima, sem que tivesse herdado nada de ninguém e, mais importante, sem que percebesse remuneração compatível para tal, ao ingressar na política Cícero Romão tornou-se um grande latifundiário e promissor fazendeiro, já que “...proprietário de vastas extensões de terras, gado e dono de diversos imóveis” (doações ???) e que, posteriormente, valendo-se de tal condição, teria tentado corromper a própria Igreja Católica, na tentativa de obtenção da sua “reabilitação”, cedendo-lhe, em troca alguns desses bens).
Pelo exposto (constante na vasta literatura disponível, repetimos) constata-se que a saga ciceriana mereceria maiores esclarecimentos e estudos, quando dos badalados seminários a respeito, mas que jamais concretizar-se-ão, em razão de interesses outros (convenientemente inconfessos), dentre os quais poderíamos elencar: a) a debandada ou “sangramento”, real e temerário de hordas de fiéis da Igreja Católica rumo às hostes evangélicas, em razão da agressiva incursão dos citados cultos sobre as massas, principalmente sobre os mais humildes (e, portanto, há que se arranjar uma maneira de obstaculação de tal fuga, nem que para tanto seja necessário “reabilitar” um antigo e declarado renegado); b) o incrível poder mercantil do agora “santo popular” e “mito” Cícero Romão (um autentico “Rei Midas” ???), responsável pelo enriquecimento de muitos (através da exploração dos romeiros), mas que a Igreja Católica tende a disso tirar proveito, nem que para tanto seja necessário não só reabilitá-lo publicamente, como, também, santificá-lo e beatificá-lo, mais adiante; c) a conveniente e espúria associação do “componente político” com os grandes grupos midiáticos (televisão, principalmente) objetivando benefícios recíprocos: os primeiros, como sói acontecer, em busca dos dividendos que uma “benção do padim” representaria em termos de obtenção de votos junto aos descamisados; a televisão, pela necessidade quase que imperiosa de tonificar “mitos” e, literalmente, forjar “heróis” que garantam alguns pontos a mais na audiência. Elementar, meu caro Watson.
Ante todas essas evidências, um último e definitivo questionamento: seria impropriedade considerar como obscuros e nebulosos alguns dos caminhos percorridos por Cícero Romão rumo à santificação (que há de vir, dúvidas não tenham, mais cedo ou mais tarde) ???

Autoria e postagem: José Nilton Mariano Saraiva


Políticos sem horizonte - Por: Pedro Esmeraldo


Eis ai um título sombrio. Mas por que sombrio? Perguntava um jovem ingénuo que não compreendia esse significado. Bem, ao nosso ver, assim respondíamos: é por que não notamos interesses desses políticos em trabalhar pelo beneficio do povo. Atualmente, vemos um Crato esquecido, desprezado pela massa governamental. Agora mesmo, uma horda de beócios impede o desenvolvimento desta cidade. Não suportamos mais esse descaso político.

Observamos que alguns dele usam a prática de idiotices cometidos constantemente pelos subalternos, obedecendo fielmente ao seu grupo. Permanecem inconsequentes e são comandados por um bando de malfeitores que andam ao seu rumo dentro de uma esfera bajulatória . Não queremos comentar fatos desagradáveis, mas desejamos retirar do nosso meio essas figuras dilacerantes, já que não reagem aos insultos provocativos e consideramos como sendo amigos de nossa terra. Isso nós não aceitamos de bom gosto porque notamos falsidade no seu procedimento. Nesse momento, observamos alguns que permanecem na estaca zero, sem lutar e andam sem coragem não procuram solucionar os problemas agudos com expressão automática.Ocorre porém que a maioria desses homens exercem cargo político somente para usufruir das suas benesses e ocupam cargos relevantes que só sastifazem aos seus interesses. Necessitamos de homens sérios, competentes, equilibrados e que tragam resultados com trabalhos eficientes que permeiam com forças de homens dignos, empurrando o barco no caminho do desenvolvimento. Olhem senhores, o Crato, desde há muito tempo, antes de aparecerem essas figuras incontroláveis e inconsequentes no caminho da política, vem sofrendo amarguras, comendo o pão que o diabo amassou. Almejamos que essas pessoas assumam o comando, orientem a juventude para seguir o caminho que traga o limite da interseção desenvolvimentista da região.

Infelizmente, hoje não vivemos de bom grado com essa massa governamental que anda perambulando à toa, sem energia, dentro de um princípio democrático o que vive mergulhado numa lama putrificada, provocado pelos descases de certos políticos que não visam o povo e só visam a si mesmo, enriquecimento ilícito e impedem a permanência de pessoas dignas e convenientes de exercerem a profissão política. Vivem pensando errado, sem nada produzirem. Quiséramos que dessem apoio a outras pessoas mais dignas e mais capacitadas para o trabalho. Talvez não temos tanta inteligência como desejamos para exercer o comando de ordem administrativa e, por sua vez, pudéssemos substituir essa velharia arcaica por uma camada de jovem inteligentes e ao mesmo tempo, segurar o barco com força, a fim de evitar a decreptude com intuito de obtermos forças para transformar o ambiente num grau de vivacidade e de equilíbrio moral. Cratenses, fujam dessa tortura imensa, procurem equilibrar-se permanecendo num ponto coesivo para que possam viver com equilíbrio estável e com coragem, igualar aos tempos modernos. Somos revoltados porque somos desequilibrados moralmente. Temos que reagir, temos que lutar, pois avisamos que, até pouco tempo, o cariri seria uma maneira pensante, pois tudo que viesse para a região, o Crato seria bem favorecido porque era o equilíbrio percussor do desenvolvimento. Hoje, meu Deus, não somos mais bem aprimorados, já que, para se ter uma ideia, o regionalismo de hoje só é concentrado na cidade de Juazeiro do Norte. Por isso, temos de reagir, já que nos alegam que têm representação, isso é um descalabro, um desvio de força depressiva, um abalo moral, um desprezo ás outras cidades.

Ah! Assim dizem eles: É porque temos representação e por isso temos mais merecimento; Consideramos esta representação somente digna para ele, pois esses ditos representantes, que se dizem merecidos, vão buscar votos em outras cidades, prometendo loas mas não cumprem com suas palavras durante a sua campanha eleitoral. Cratenses, tomem cuidado, temos forças para reagirmos, deixem de lado o comodismo e evitem que o Crato caia na mão desses carcarás que consideramos como sendo persona non grata para nós pois seu objetivo é dilacerar o Crato e nada mais. Senhores políticos orientem a juventude façam-na entrar na política por que ela virá com mais coragem e disposição para o trabalho

Texto de Pedro Esmeraldo

Deputado Ely Aguiar responde ao nosso apelo pela Estrada de Santa Fé


Nota do Blog do Crato: O nosso amigo e Deputado Estadual Ely Aguiar é quem primeiro se pronuncia sobre o apelo que fizemos ONTEM, a respeito da reconstrução da Estrada Crato Santa Fé e Monte Alverne que se encontra destruída, impedindo ou dificultando o acesso de milhares de eleitores ( digo, de cidadãos, rs rs ) à sede do município. Em resposta, o Ely nos enviou a mensagem logo abaixo. Esperamos que o Deputado Sineval Roque e OUTROS, possam se pronunciar também a respeito.

"Amigo Dihelson, um forte abraço.

Muitas vêzes a gente peca por não divulgar, alías, eu na qualidade de jornalista, radialista e marqueteiro, principalmente estando na política, não poderia cometer tal falha, pois sei a importância da divulgação. As vêzes justifico a mim mesmo, pois antes espero o resultado positivo, para não criar aquela expectativa , que as vêzes não acontecem, principalmente quando a decisão não depende da gente. Tenho um grande compromisso pelo Crato, principalmente por ser filho da terra e tenho trabalhando muito para que o Crato receba o tratamento que merece. O Projeto da Estrada de Santa Fé é uma das minhas lutas. Pouca gente sabe que eu e o prefeito Samuel Araripe entregamos pessoalmente, ao Governo do Estado, representado pelo Secretário de Estado Adail Fontenelle, ( foto ), o Projeto Santa Fé, orçado em mais de 5 milhões de reais. Portanto, o PROJETO JÁ ESTÁ COM O GOVERNADOR CID GOMES.

É sabido que trata-se de uma rodovia estadual que foi, não sei porque, municipalizada. Não vou entrar nesse mérito, é passado. No ato da entrega do Projeto eu, imediatamente, disponibilizei parte da minha emenda parlamentar para ajudar na execução da obra e o compromisso está mantido. Apenas eu fiz isso. Concordo com Samuel, o municipio do Crato não dispõe de recursos para tocar a obra sem ajuda do Estado ou da Federação. Veja você que as estradas que antes eram municipalizadas, como Crato - Granjeiro - Crato - Lameiro - Belmont - e que hoje são rodovias estaduais, foram recuperadas. Posso garantir que para a recuperação das mesmas tanto eu quanto o Roque intervimos junto ao Governo, que atendeu nosso pleito. Estou aqui para reivindicar pelo Crato. Faço isso com muito prazer e obrigação.

Ely Aguiar."

BlogDICAS - Revista Ceará & Municípios

Ceara e Municipios 01a

Fazemos questão de trazer essa excelente dica para os leitores do Blog do Crato: Revista Ceará & Municípios, uma revista bastante interessante que oferece um panorama do que acontece no Ceará, em entrevistas com personalidades, reportagens sobre temas que interessam a nossa terra, e assuntos sempre atuais, que são destaque no Ceará e no Brasil. Vale a pena conferir !

Dihelson Mendonça

Desculpem os feios - Capital erótico: você sabe o que é? Sabe se tem? - Postado por: José Flávio Vieira


Capital erótico: você sabe o que é? Sabe se tem?
Catherine Hakim - do Site UOL

As primeiras-damas dos EUA, Michelle Obama (à esq.), e da França, Carla Bruni, durante cerimônia de boas-vindas em Strasbourg (França).

Michelle e Barack Obama têm. Carla Bruni e David Beckham têm. Katie Price, a modelo britânica conhecida como Jordan, fez uma carreira dele. É tão grande a vantagem que o capital erótico pode trazer para o mercado de trabalho –especialmente nos esportes, nas artes, na mídia e na propaganda- que frequentemente supera os títulos e qualificações educacionais. Capital erótico é uma expressão que eu cunhei para me referir a uma combinação de atração física e social nebulosa, mas crucial. Propriamente compreendido, o capital erótico é o que os economistas chamam de “ativo pessoal”, pronto para assumir seu lugar ao lado do capital humano, econômico, cultural e social. Entre esses fatores, é igualmente (se não mais) importante para a mobilidade social e o sucesso. O capital erótico vai além da beleza e inclui o “sex appeal”, o charme e as habilidades sexuais, forma física e vitalidade, competência sexual e habilidades de apresentação, tais como asseamento pessoal, escolhas de roupa e outras artes do adornamento pessoal. A maior parte dos estudos capturam apenas uma faceta do capital erótico: fotografias medem beleza ou “sex appeal”, a psicologia mede a auto-confiança e as habilidades sociais e pesquisas sexuais exploram as capacidades de sedução e número de parceiros.

As mulheres há muito se saem bem nessas artes: é por isso que tendem a estar mais bem vestidas que os homens nas festas. Elas fazem mais esforço para desenvolver as habilidades de charme, empatia, persuasão e empregam a inteligência emocional e o trabalho emocional. De fato, o elemento final do capital erótico é único das mulheres: gerar crianças. Em algumas culturas, a fertilidade é um elemento essencial do poder erótico da mulher. Apesar de a fertilidade feminina ser menos importante em regiões como o Norte da Europa (onde as famílias são menores), a posição dominante das mulheres neste mercado foi reforçada em recentes décadas por um fenômeno muito lamentado: a sexualização da cultura.

Desde a revolução da pílula, nos anos 60, as pesquisas mundiais revelam um aumento dramático em atividades sexuais, em números de parceiros e variedades de sexo. Londres hoje abriga uma feira “Erotica” anual, que apresenta a nova diversidade em estilos de vida e gostos sexuais. Pesquisas da Organização Mundial de Saúde mostram que todos os seres humanos veem a atividade sexual como essencial a uma alta qualidade de vida –mas os homens ainda classificam o sexo como mais importante do que as mulheres. De fato, a alta na demanda mundial por atividades sexuais de todos os tipos (inclusive o sexo comercial, o autoerotismo e o entretenimento erótico) tem sido muito mais pronunciada entre homens do que mulheres. O turismo sexual é essencialmente um hobby masculino, enquanto as revistas eróticas para mulheres frequentemente fracassam. Isso cria um efeito que deve ser familiar a um economista: as leis de oferta e demanda aumentam o valor do capital erótico das mulheres, particularmente sua beleza, “sex appeal” e competência sexual. Está acontecendo tanto na Escandinávia quanto nos países mediterrâneos, na China e nos EUA. O padrão é confirmado até em países “liberados” sexualmente, tais como França e Finlândia. Os homens têm de duas a dez vezes mais chance de ter casos, comprar pornografia, frequentar clubes de dança erótica e outros entretenimentos eróticos. E as garotas de programa podem ganhar mais que quase todas as outras profissões, apesar do fato de trabalharem menos horas.

É verdade que, como argumentam as feministas, alguns desses relacionamentos podem ser de exploração. E, até certo grau, a nova vantagem das mulheres é mascarada pela explosão da atividade sexual entre homens e mulheres com menos de 30 anos, que hoje consideram normal terem casos de apenas uma noite. Nessa faixa etária há uma paridade de libido, mas o desequilíbrio volta entre homens com mais de 30 –as pesquisas em torno do globo revelam que as mulheres com mais de 30 gradualmente perdem o interesse nos jogos eróticos.
Essa é uma refutação implícita das pensadoras feministas (como Sylvia Walby, Mary Evans, Monique Wittig ou, mais recentemente, Kat Banyard) que argumentam que homens e mulheres são “iguais” em seus interesse sexuais, como em tudo o mais. Isso obviamente é não verdade,e, por isso, não deve nos surpreender que algumas mulheres usem o sexo e seu capital erótico para obter o que querem. Acontece tão frequentemente hoje quanto no passado, como ilustrado pela barganha sexual diária descrita pelo livro da terapeuta sexual australiana Bettnia Arndt de 2009 “The Sex Diaries”. A sexualização da cultura afeta tanto a vida pública quanto a privada. A beleza, o “sex appeal”, as habilidades sociais e a arte de cuidar da aparência cada vez mais são valorizados em toda parte, ajudando a vender ideias, produtos e políticas. A cultura popular valoriza especialmente o capital erótico feminino: veja simplesmente as bandas de garotos descabelados e de meninas produzidas. Sim, os homens com altos níveis de capital erótico se saem melhor do que os que não têm. Mas são mulheres belas e elegantes que estão nas propagandas para produtos de todos os tipos, desde carros até detergentes –e não homens.
Os benefícios econômicos de ser atraente física e socialmente podem ser substanciais, especialmente em marketing, relações públicas, televisão e tribunais, assim como para atores, cantores e dançarinos. Mas é mais amplo que isso: pessoas que trabalham em setores mais bem pagos da iniciativa privada são mais atraentes do que as nos setores públicos e sem fins lucrativos. Pessoas altas e atraentes têm maior chance de conseguir trabalho em bancos ou em escritórios de advocacia. Para as feias e pequenas, é mais difícil. Pessoas bonitas podem ganhar de 10 a 15% mais do que as medianas, que por sua vez ganham de 10 a 15% mais do que as feias. As altas ganham mais que as baixas; as obesas ganham de 10 a 15% menos que a média. Análises estatísticas mostram que esse prêmio pela beleza não se deve a diferenças disfarçadas de inteligência, classe social e auto-confiança. Estudos entre advogados revelam que sempre há um prêmio para os atraentes. O prêmio varia de tamanho, mas não se deve à discriminação por parte do empregador. Os mais atraentes podem ganhar 12% a mais que os não atraentes e têm 20% mais de chance de alcançar a sociedade na firma, porque são mais eficazes em atrair os clientes.

De fato, há uma diferença de 25 pontos percentuais em ganhos médios entre as minorias de pessoas atraentes e não atraentes. Esse impacto pode ser tão grande quanto o vão entre ter um diploma ou não ter qualquer qualificação –apesar de estar bem abaixo da inteligência como determinadora dos resultados da vida. O que é intrigante é que isso significa que o capital erótico –se visto como dote econômico- é um ativo especialmente importante para as pessoas com poucas capacidades intelectuais ou qualificações. No Brasil, o investimento em cirurgia cosmética é tido como uma forma inteligente de avançar em uma cultura onde a aparência e a sexualidade contam. No Reino Unido também, uma pesquisa com meninas adolescentes revelou que um quarto delas acham que é mais importante ser bonito do que inteligente. Gostando ou não, o capital erótico é hoje um capital humano e financeiro valorizado. Como aconselhou o companheiro Mao – ande com duas pernas.

(Catherine Hakim é pesquisadora de sociologia da Escola de economia de Londres). Tradução: Deborah Weinberg

CRATO - Notícias do Dia 19 de Abril de 2010



Acontece hoje em Crato, a abertura do projeto cultural "Abriu Pr'a Juventude"

Com o apoio do Governo Municipal do Crato, Secretaria Municipal de Educação, do SESC e do Centro Cultural Banco do Nordeste, a Secretaria de Cultura Esporte e Juventude realizará de 19 a 30 desse mês o "Abriu Pr'a Juventude" ano 2010. A abertura da segunda edição do Abriu Pr'a Juventude acontece hoje, dia 19, as 18 horas no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RRFSA, com a apresentação da Orquestra da Sociedade Lírica do Belmonte- SOLIBEL.

O ‘Abriu Pra Juventude’ é um evento cratense diferenciado, que trará em seu contexto apresentações artísticas, exposições, palestras oficinas, bem como a promoção da inclusão social e discussões sobre Juventude e Família, Cultura e Identidade Regional, e Gestão e Políticas Públicas para a Juventude. Toda a comunidade está convidada a compartilhar desse momento. Participe!

Prefeitura do Crato capacita funcionalismo na área de gestão pública

Funcionários da Prefeitura Municipal do Crato dos setores de administração, finanças e da contabilidade estarão participando, hoje, segunda-feira, do I Curso de Capacitação em Gestão Pública, trazendo como tema voltado para a área a Ética e a Competência. O evento contará com nomes de peso da área, com experiência de vários anos na promoção do conhecimento. O curso será oferecido pelo Grupo Aspec, que antes realizava capacitações apenas na capital do estado. O evento deverá ter a presença de 300 pessoas, e será realizado no Verdes Vales Lazer Hotel, em Juazeiro do Norte, a partir das 8 horas. Assuntos como Despesa (licitação e contratos), Contabilidade Pública, Gestão e Ética na administração, Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Técnicas Legislativas, Direito Administrativo, Direito Constitucional e áreas afins, serão abordados.

Nesta primeira Capacitação, estarão reunidos grandes nomes que irão proferir palestras, entre eles: Regenaldo Rodrigues da Costa, doutor em ética e filosofia; Michel Mascarenhas da Silva, mestre em Direito Constitucional e assessor do Ministério Público junto ao TCM/CE; Nelson Rocha do Nascimento, advogado e assessor da Procuradoria de Contas junto ao TCM/CE; Fernando Antônio da Justa, analista do Tribunal de Contas dos Municípios; Leilyanne Brandão Feitosa, procuradora-geral do Ministério Público de Contas junto ao TCM/CE; Denise Lucena Cavalcante, doutora em Direito e especialista em Direito Tributário; e Luiz Alcântara Costa Andrade, especialista em Direito Constitucional e Processual Constitucional.

CRAS da Batateira realiza reunião de esclarecimentos sobre Previdência Social

O Governo Municipal em parceria com a Secretaria de Ação Social, realizou, no último dia 15, no CRAS da Batateira, reunião de representante da Previdência Social. A finalidade foi fornecer esclarecimentos sobre benefícios. No último dia 17, aconteceu uma celebração da Páscoa, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, com todos que fazem o CRAS da localidade. Hoje, dia19, haverá uma reunião no sítio Lagoinha, para realização de cadastros e descumprimento do Programa Bolsa Família.

Pólo de Atendimento Madre Feitosa reinicia suas atividades hoje

O Governo Municipal do Crato em parceria com a Secretaria de Ação Social juntamente com a Coordenação do Pólo de Atendimento Madre Feitosa no Bairro Seminário comunicam a população que as reformas do referido Pólo foram finalizadas. Em virtude disso, hoje, dia 19 , recomeçarão todas as atividades lá realizadas: aulas de reforço, grupos de dança e aulas esportivas. O Pólo de Atendimento Madre Feitosa, está localizado na Rua José Pinheiro Esmeraldo,169 no Conjunto Novo Crato, no Seminário. Para obter mais informações ligue para 3521 - 8822.

Ação Social do Crato convoca para cadastramento no Conselho Municipal dos Direitos do Idoso.

A Secretária de Ação Social do Crato, Liduína Alves de Andrade convoca todos os coordenadores dos Grupos de Convivência de Idoso e todos os presidentes das Associações Comunitárias que desenvolvem atividades com os idosos, a se fazerem presentes na Secretaria de Ação Social nos próximos dias 19, 20 e 22 no horário de 8 às 13 horas, para que seja realizado os cadastros referentes ao Conselho Municipal dos Direitos do Idoso. Para fazer o cadastro procurem a Sra. Salma Vilar. Mais informações pelos telefones: 3521-6425 e 3521-6321.

Escola Círculo Operário de Crato realiza evento onde resgatará sua história

A Secretaria de Educação do Crato está apoiando a I Gincana Circulo Operário do Túnel do Tempo. Um acontecimento que tem o propósito de mostrar toda a história e a criação da Escola de Ensino Infantil e Fundamental Círculo Operário Professora Edilma Fernandes Galvão Rodrigues, fundada em 1939. A abertura da Gincana será amanhã terça-feira, dia 20, as 13 horas e 30 minutos na sede da Escola, de onde partirá uma caminhada até as dependências do Colégio Objetivo, aonde acontecerá a solenidade de abertura do evento, bem como a apresentação do projeto Conhecendo a Minha Escola. O Projeto Conhecendo a Minha Escola objetiva proporcionar um ambiente agradável e acolhedor, visando o bem-estar do educando e sua adaptação à Escola para que nesse contexto se realizem atividades nas quais os alunos sintam-se a vontade para manifestar suas emoções e necessidades.

Governo Municipal do Crato

CRATO - Programação Cultural - Abril Pra Juventude

Abril Pra Juventude2

Ramiro, o belo - Por Xico Bizerra

Ramiro era muito feio e todos os bonitões da cidade riam de sua feiúra. Descaradamente. Até os que também eram feios riam de sua feiúra, tão feia que era. Ele não se importava e seguia a vida, carregando bagagens na estação de trem, trabalhando como chapeado: era assim que se chamavam aqueles que transportavam malas, identificados por um número na chapa de bronze colada ao quepe: o seu era o 341.
Um dia Ramiro ganhou de um viajante um espelho encantado que refletia a alma das pessoas que nele se olhassem. Ramiro olhou, viu-se e passou a rir da feiúra de todos os bonitões da cidade. Discretamente, sem que ninguém percebesse que estava rindo. Como era feio aquele povo! Como era belo o Ramiro!
Xico Bizerra

ALMANAQUE e Previsão do Tempo - Dia 19 de Abril de 2010


Bom Dia, amigos do Blog do Crato!

Fim-de-semana movimentado por aqui, com inúmeras matérias e novidades nos trouxe a uma segunda-feira muito promissora. Uma boa novidade é que encaminhamos novos convites para participarem do Blog do Crato ao André Herzog, ex-reitor da Urca, bem como ao Teodoro Soares (ex-reitor da URCA e da UVA, hoje Deputado Estadual). Estamos aguardando a entrada destes dois ilustres, que com certeza, abrilhantarão ainda mais essa plêiade de escritores, cronistas e intelectuais que fazem parte hoje do Blog do Crato. No fim-de-semana a Rádio Chapada do Araripe saiu do ar por diversas vezes devido a um problema num dos No-Breaks que sustentam nossos sistemas, e aqui quero agradecer o empenho e a solidariedade do Amilton Silva, que nos emprestou um outro, a fim de que possamos manter a Rádio no Ar até que o problema seja solucionado. E no mais...Bom início de semana para todos os nossos leitores, ouvintes, escritores e colaboradores do Blog do Crato.

Previsão do Tempo

Poucas chuvas aconteceram neste fim-de-semana. Nada assim de "espetacular", mas se tivéssemos essa média ao longo do ano, estaríamos bem. O cariri está todo verdinho com as últimas chuvas, e a previsão do tempo para hoje, dia 19 de Abril, é de Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. A temperatura máxima de 27 e a mínima de 17 graus, com 66 por cento de umidade relativa do Ar. Aqui na Vilalta, neste momento ( madrugada ), o termômetro marca 25 graus. E agora, passamos ao Almanaque, com colaboração de Alessandra Bandeira.


Eventos históricos

  • 1213 - Papa Inocêncio III convoca o Quarto Concílio de Latrão pela bula "Vineam Domini Sabaoth".
  • 1506 - Massacre de judeus em Lisboa: morrem cerca de 3000 pessoas.
  • 1587 - Francis Drake ataca a frota espanhola em Cádis.
  • 1648 - Primeiro confronto da Batalha dos Guararapes em Pernambuco (Brasil), que findaria por terminar a presença holandesa no Brasil.
  • 1770 - O capitão James Cook avista a Austrália pela primeira vez.
  • 1839 - A Bélgica torna-se num reino através do Tratado de Londres.
  • 1909 - Joana d'Arc é canonizada.
  • 1934 - O Monstro de Loch Ness é fotografado, naquilo a que viria ser descoberto como um embuste em 1994.
  • 1958 - Criação da Arquidiocese de Aparecida pelo Papa Pio XII.
  • 1965 - Publicação do que se tornaria a Lei de Moore pela Electronics Magazine, em 19 de abril, um artigo de Gordon Moore sobre a evolução dos microprocessadores.
  • 1973 - Fundado o Partido Socialista em Portugal.
  • 1980 - Luiz Inácio Lula da Silva, então líder sindical no ABC paulista, é preso pelo DOPS, a polícia política do regime militar.
  • 1987 - Primeira emissão da série televisiva Os Simpsons.
  • 1993
  • Primeira emissão da série televisiva TV Colosso.
  • FBI invade rancho de fanáticos religiosos no Monte Carmel, provocando um incêndio que matou todos os adeptos, inclusive crianças, com a autorização de Bill Clinton (EUA).
  • 1995 - Estados Unidos: Atentado de Oklahoma City, Timothy McVeigh coloca explosivos no edifício federal Alfred P. Murrah, causando 168 mortos e mais de 500 feridos.
  • 1999 - O Reichstag (parlamento alemão) regressa a Berlim.
  • 2005 - Após quatro votações, o conclave elege Joseph Cardeal Ratzinger como Papa, que assume o nome de Bento XVI.
  • 2006 - Inauguração do Casino de Lisboa, no Parque das Nações.

Nascimentos

  • 1795 - Christian Gottfried Ehrenberg, naturalista alemão (m. 1876)
  • 1829 - Qorpo Santo, dramaturgo brasileiro (m. 1883)
  • 1882 - Getúlio Vargas, político brasileiro (m. 1954)
  • 1886 - Manuel Bandeira, poeta brasileiro (m. 1968)
  • 1899 - Duarte Pacheco, político português (m. 1943)
  • 1918 - Chaim Herzog, militar e político israelense (m. 1997).
  • 1923 - Lygia Fagundes Telles, escritora brasileira.
  • 1930 - Armando Bógus, ator brasileiro (m. 1993).
  • 1935 - Dudley Moore, ator inglês (m. 2002).
  • 1941 - Roberto Carlos, cantor e compositor brasileiro.
  • 1943 - Ubiratan Guimarães, militar e político brasileiro (m. 2006).
  • 1944 - James J. Heckman, economista norte-americano.
  • 1970 - Luis Miguel, cantor mexicano.
Falecimentos

  • 1054 - Papa Leão IX (n. 1002).
  • 1669 - Rainha Cristina da Suécia (n. 1626).
  • 1824 - Lord Byron, poeta britânico(n. 1788).
  • 1882 - Charles Darwin, biólogo inglês (n. 1809).
  • 1906 - Pierre Curie; físico francês (n. 1859).
  • 1914 - Charles Sanders Peirce, filósofo, cientista e matemático estado-unidense (n. 1839).
  • 1947 - Belmonte, caricaturista, cartunista e ilustrador brasileiro (n. 1896).
  • 1967 - Konrad Adenauer, político alemão (n. 1876).
  • 1983 - Jerzy Andrzejewski, escritor polonês (n. 1909).
  • 1994 - Dener Augusto de Souza, futebolista brasileiro (n. 1971).
  • 1996 - Walter D'Ávila, ator brasileiro (n. 1914).
  • 1998
  • Octavio Paz, escritor e diplomata mexicano (n. 1914)
  • Sérgio Mota, engenheiro e político brasileiro (n. 1940).

Fonte Wikipédia
Foto Ilustrativa Lygia Fagundes Telles
Colaboração no Almanaque: Alessandra Bandeira
Dihelson Mendonça - Blog do Crato - www.blogdocrato.com

CRATO - Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - Dia 19 de Abril de 2010


Reitoria promove seminário de avaliação na URCA a partir de hoje

A Reitoria da Universidade Regional do Cariri (URCA) promoverá hoje (19) e amanhã (20) o Seminário URCA EM DEBATE: ENFRENTANDO DESAFIOS E MODERNIZANDO A GESTÃO. O evento será realizado em primeira fase, reunindo a Administração Superior, com a presença do Reitor Plácido Cidade Nuvens, e da Vice - Reitora, Otonite Cortez, dos Pró-Reitores e Diretores de Centros e Unidades Descentralizadas de Iguatu e Campos Sales. O objetivo é compartilhar informações sobre as diversas áreas de atuação da universidade. O evento acontecerá no Hotel Encosta da Serra, nos horários das 07h30 às 17h30. Na oportunidade, os dirigentes discutirão as formas de atuação dos setores da URCA, na tentativa de integrar as ações administrativo-pedagógicas num plano de gestão participativa. A finalidade é que todos tenham a oportunidade de serem ouvidos e ao mesmo tempo opinarem no planejamento das ações.

Na segunda fase, dia 22/04, os Diretores de Centros, chefes de Departamentos e Coordenadores de Cursos irão repassar as deliberações do encontro e discutirão as ações dos setores, especificamente. Um documento com as necessidades dos órgãos sairá do encontro e será encaminhado à Reitoria e seus setores afins, para viabilizar as providências necessárias voltadas ao bom funcionamento dos cursos. O dia 23/04 ficará reservado para as reuniões pedagógicas das Coordenações de Cursos com o seu Corpo Docente, visando definir formas de atuação pedagógica específicas de cada curso e outros assuntos relacionados ao dia-a-dia das coordenações. No dia 26 e 27 as ações estarão voltadas para o início das aulas e a recepção dos alunos ingressantes. É importante que nestes dias os Centros, Departamentos e Coordenações de Curso aproveitem para divulgar as ações da Universidade, o seu funcionamento, sua estrutura organizacional, a função de cada instância e como o aluno pode contribuir para construir uma universidade melhor.

Semana de Calouros

De 28 a 30 acontece a III Semana dos Calouros de 2010 – SEMAC, onde será realizada uma programação específica para os alunos ingressantes, sob a orientação da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil - PROAE. O evento este ano será centralizado nos Campus do Pimenta no horário da noite. Várias atividades estão sendo programadas, incluindo atrações culturais.

Parceria da Escolas de Artes Visuais da URCA e SESC promove I Mostra do Curso, em Juazeiro

Está sendo realizada a I Mostra do Curso de Licenciatura em Artes Visuais, da Escola de Artes Visuais e Teatro Violeta Arraes Gervaiseau, da URCA, no SESC de Juazeiro Norte. A arte dos alunos estará exposta até o dia 22 de maio, com dois meses propostos para exibição das peças na galeria da instituição, em Juazeiro. Os trabalhos foram produzidos por acadêmicos das disciplinas de Escultura, Pintura e Expressão Visual, I e II. Com caráter didático, segundo o professor e um dos curadores e coordenador da exposição, Fred Sidou, os alunos produziram o material dentro do semestre. Portanto, diz ele, foi levado em consideração o processo de concepção, produção e melhoramento, dentro de uma montagem coletiva. Está à frente da curadoria, o professor doutor, Fábio Rodrigues, diretor da Escola de Artes, com a participação da professora Ana Cláudia como curadora. Nem todos os trabalhos dos alunos foram selecionados para a exposição. O professor Fred Sidou destacou a importância da mostra pela oportunidade dos alunos estarem levando as suas obras ao público, dando a oportunidade da prática no ateliê e apresentação num espaço institucional. Ele considera o bom nível dos trabalhos produzidos. Também destaca a visibilidade desse processo de aprendizagem, que vem se desenvolvendo na região, a partir dos dois cursos da URCA. Estão na mostra peças coletivas e individuais, com a participação de 54 alunos e 86 trabalhos. Os critérios técnicos e estéticos foram os principais quesitos para escolha das obras da exposição. Fábio Rodrigues destaca a parceria do SESC e do Curso de Artes Visuais, de Barbalha. Ele ressalta a extensão de uma atividade de formação, pela primeira vez acontecendo no Curso.

A estudante Ariane Morais está expondo pela primeira vez o seu trabalho, envolvendo bordados. Ela não tinha idéia que iria expor as suas peças para o público, já que a montagem foi em nível de experimentação. O gerente de Cultura do SESC, Mano Grangeiro, afirma que a exposição continua sendo uma extensão da parceria com a Escola de Artes. Ele destaca a Instituição como referência no fazer artístico. De forma itinerante, a mostra estará em caráter itinerante nas cidades de Crato e Nova Olinda.

Geopark e Sebrae promovem oficina de Roteirização Turística

O Geopark Araripe e Sebrae/Ce promovem, nos dias 19 e 20 de abril, Oficina de Roteirização Turística. A iniciativa é fruto do Projeto de Desenvolvimento do Geoturismo na Região do Cariri elaborado em parceria entre as instituições já citadas com o apoio do Governo do Estado através da Secretaria das Ciências e Tecnologia e Universidade Regional do Cariri, que sediará o evento. Este projeto pretende trabalhar junto às secretarias de turismo e cultura dos municípios com abrangência do Geopark (Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha, Santana do Cariri e Nova Olinda), além da cidade de Assaré – berço do poeta Patativa, buscando o desenvolvimento responsável do turismo comercial desses locais. A oficina, nesse primeiro momento, terá dentre outros objetivos, o de unir todas as instituições convidadas no mapeamento dos potenciais pontos de atração, sejam eles de valor científico, histórico, cultural ou natural da região. Foram chamadas a participar, além dos representantes das secretarias, agências de turismo, associações de guias e Universidade Patativa do Assaré (UPA). A Oficina de Roteirização acontece das 8h às 18 horas, nas dependências do Departamento de Geografia da Urca – Campus do Pimenta. Maiores informações com Luciana Lacerda (Geopark Araripe) 3102 1237 / 9951 8131 ou Édio Callou (Sebrae/Ce) 3523 2025 / 9927 0047

Contato: Assessoria de Comunicação Universidade Regional do Cariri - URCA (88) 3102-1212 ramal 2617 www.urca.br - Elizangela Santos (88) 9915.3450 Crato19 de abril de 2010

Barbalha - Prédio Histórico é Demolido - Reportagem: Elizângela Santos


Nota do Blog do Crato - Mais um flagrante da Insensatez e do descaso para com a História

A Casa do Maquinista foi o primeiro prédio demolido após a conquista do título de Cidade Histórica pelo Governo Federal, por meio do PAC, ocorrido em janeiro de 2009 - ELIZÂNGELA SANTOS - 19/4/2010 - Penúltimo prédio do setor ferroviário de Barbalha dará lugar a lojas e praça de alimentação

Barbalha. O único município do Cariri inserido no Plano de Aceleração do Crescimento de Cidades Históricas do Brasil (PAC - Cidades Históricas) teve um dos seus prédios históricos demolidos. A "Casa do Maquinista" ficava num espaço privilegiado da cidade, no centro, em meio a prédios históricos e inventariados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A ausência de meios legais para impedir a demolição deixou os que fazem o setor de cultura da cidade de braços cruzados. Desde janeiro deste ano o problema se arrasta, quando o imóvel, na esquina das ruas Princesa Isabel com a Santos Dumont, foi parcialmente demolida. O impedimento da demolição total do prédio neste momento se deu pela falta de alvará por parte do proprietário, o comerciante Wesley Amorim, que adquiriu o patrimônio há cerca de quatro anos. A penúltima edificação dos sete prédios construídos para dar estrutura ao setor ferroviário da cidade foi ao chão no último fim de semana, dando lugar a lojas e praça de alimentação. No entorno, o Palácio 3 de Outubro, tombado pelo Patrimônio Histórico do Estado, e do outro lado, a estação ferroviária, que atualmente serve de apoio rodoviário, prédio inventariado pelo Iphan.

A demolição foi impedida inicialmente pela Secretaria de Obras do Município. Segundo o subsecretário Roberto Grangeiro, o importante seria buscar a preservação. Mas com o alvará em mãos por parte do proprietário, não houve como a mesma Secretaria deixar de autorizar. O empresário, que possui uma loja de calçados nas proximidades do prédio, afirma que todos os procedimentos foram feitos no sentido de verificar as condições legais do imóvel. A Secretaria de Cultura local aproveitou o intervalo de tempo para conseguir documentos que justificassem a ilegalidade na demolição. Um deles, por a Casa do Maquinista estar em meio a prédios históricos da cidade, sendo esse procedimento uma das alternativas para recorrer à justiça, segundo o secretário municipal, Dorivan Amaro dos Santos. Ele ainda espera um relatório técnico da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), para saber de que forma poderá recorrer ou notificar o dono.

O documento com os levantamentos sobre o prédio e suas implicações do ponto de vista judicial foram entregues à Procuradoria Municipal, para ser avaliado e encaminhado ao Ministério Público. Wesley Amorim afirma ter tido todo o cuidado de verificar as condições judiciais para a compra. "A casa não tem nenhum documento que prove que é um prédio histórico e foi construída há menos de 50 anos", diz ele. O proprietário decidiu esperar pelos procedimentos a serem adotados pelo setor público. Desde que foi iniciado o processo de demolição do antigo prédio que estava abandonado no Centro, a população de Barbalha começou a se manifestar contra. Um dos maiores atrativos do município é o seu sítio histórico, que ainda não foi sequer reconhecido como tal. É a cidade com o maior número de edificações antigas preservadas no Cariri. "Para isso acontecer é necessária autorização dos proprietários dos imóveis inventariados e depois a aprovação pela Assembleia Legislativa", diz o técnico de Cultura local, Hugo Rodrigues. A Casa do Maquinista foi o primeiro prédio demolido após a conquista do título de Cidade Histórica pelo Governo Federal, por meio do PAC, ocorrido em janeiro de 2009. Toda a movimentação em torno do assunto, segundo o técnico de Cultura, é positiva por demonstrar que as pessoas estão preocupadas com a questão. O assunto chegou à imprensa e foi pauta de debates constantes em rádios locais. Outra questão preocupante, conforme Hugo, tem sido as reformas constantes dos prédios nesse entorno de edificações históricas. "São essas mudanças que acabam descaracterizando os traços históricos", diz Hugo.

Laudo

A Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Ceará (Copac), da Secult, mandou dois técnicos ao Cariri para averiguar o problema e, segundo o secretário Dorivan Amaro, foi feito um laudo. Ele afirma que os técnicos reconheceram a ilegalidade da demolição, devido ao prédio estar numa área com imóveis históricos e inventariados. Até o momento, o laudo seria o único argumento usado na defesa, mas ainda não chegou. Mesmo assim, Dorivan afirma poderá recorrer, mesmo com o prédio no chão.

Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do Blog do Crato

Hora da Cobrança aos Deputados Sineval Roque e Ely Aguiar


Estrada de Santa Fé

Prezados Deputados Sineval Roque e Ely Aguiar,

Estive entrevistando o prefeito do crato, Samuel Araripe no final de semana sobre que resolução poderíamos ter sobre o grave problema da Estrada que leva aos distritos de Santa Fé e Monte Alverne aqui no município de Crato, pois a população vem insistentemente reivindicando a sua reforma aqui no Blog, através de inúmeros comentários. A quantidade de reclamações está tão grande que resolvi procurar sondar melhor o problema e encontrar a solução.

A posição do prefeito Samuel Araripe é clara: A estrada é municipal ( ou se tornou municipal, com uma permuta que teria acontecido em tempos idos com as estradas que levam ao Grangeiro e Lameiro ). Acontece que com o que arrecada a prefeitura municipal de Crato, em torno de 400 mil reais de IPTU dentre outras coisas, não é possível fazem nem 10 por cento daquela estrada, que está orçada em torno de 4 milhões de reais. A solução seria uma parceria entre Governo Municipal e Estadual ou ainda Federal. Quando consultei o Samuel sobre a possibilidade de os Senhores Deputados ajudarem no projeto através de emenda parlamentar, ele disse: "Essa seria uma grande solução. Se nossos deputados pudessem intervir junto ao governo do estado através da liberação de verbas".

Então, vi que o município não tem recursos para essa reforma, e que a ajuda se vier, terá de ser de parcerias com o governo do Estado. Como a população está insistindo muito nessa questão, e como os senhores foram eleitos com os votos dos Cratenses, venho de Público SOLICITAR para que possam intervirem junto ao governo do estado e a quem mais for necessário, a fim de que as reformas nessa estrada possam ser realizadas. Basta mencionar, para os senhores terem mais "apetite", que ali residem milhares de Cratenses que todo dia trafegam por estradas destruídas, e que qualquer um que chegar junto nesse momento, terá com certeza a simpatia desse povo Cratense.

Atenciosamente,

Dihelson Mendonça
Administrador do Blog do Crato

Uso de pulseiras coloridas chega ao Cariri - Reportagem: Antonio Vicelmo


Nota do Blog do Crato - A Polêmica das Pulseiras Coloridas do Sexo está nas ruas do Crato!

Cores no braço: jovens do Cariri aderiram à moda vinda da Inglaterra que denota práticas sexuais a partir de uso de pulseiras coloridas - ANTÔNIO VICELMO - Cada conjunto de pulseiras coloridas custa R$ 1,00 e pode ser adquirido facilmente nos estabelecimentos.

Crato. A principio, era apenas um modismo inocente, ou mais um adereço nos pulsos dos jovens. De repente, viraram caso de polícia. São as pulseiras coloridas e de silicone, que se transformaram num jogo de conotação sexual. Cada cor representa um ato afetivo, que vai desde um abraço a relações sexuais completas. As pulseiras passaram a ser visadas depois que uma adolescente de 14 anos foi estuprada no Paraná por usar o acessório. Também há suspeitas de que as pulseiras causaram a morte de duas meninas em Manaus. Na Assembleia Legislativa do Ceará tramita um Projeto de Lei que proíbe o uso dos adereços nas escolas estaduais. No Cariri, diretores de escolas estão se reunindo com alunos, professores e pais com o objetivo de adverti-los quanto ao perigo deste modismo importado da Inglaterra que invade a cultura sertaneja. No Cariri, a novidade é facilmente encontrada em banquinhas de camelôs e armarinhos.

Cada conjunto com 20 pulseiras custa R$ 1,00 em média. Elas são chamadas pelos vendedores de "pulseira da malhação". Mas também são conhecidas como "pulseira do sexo" e "pulseira da amizade". Surgida na Inglaterra e disseminada por comunidades virtuais, a prática consiste na atribuição de atos afetivos - que vão desde um abraço até relações sexuais completas - de acordo com a cor da pulseira. Quem arrebentá-la terá direito a receber o "favor". Muitos usam as pulseiras vendidas por camelôs sem saber o significado. Para a maioria das adolescentes, as pulseiras coloridas não eram nada mais do que um adereço bonito e na moda. A adolescente J. A. C., por exemplo, usava uma pulseira preta no braço sem saber o significado da cor. Ao descobrir que estava se expondo a violência sexual, não usa mais o enfeite. Para o pastor da Igreja Batista do Crato, Samuel Macedo Lobo, esta moda representa uma degradação moral, uma violação aos principais elementares que devem orientar o ser humano, no sentido de que as pulseiras não contribuem para a formação humanística. Em várias cidades do Brasil estão proibidas a venda e o uso do adorno.

Brasil

Em Londrina (PR), a proibição é do juiz da Vara da Infância e da Juventude Ademir, Ribeiro Richter. As coloridas ´pulseira do sexo´ entraram na lista negra de mais uma cidade brasileira. Na última quinta-feira, foi a vez de a prefeitura do Rio de Janeiro proibir o uso das pulseiras pelos estudantes das escolas municipais. Com a decisão, pelo menos sete cidades brasileiras já têm alguma restrição aos acessórios. A medida foi adotada em Campo Grande e Dourados (MS), onde a proibição se estende às escolas particulares.

Antônio Vicelmo
Repórter

EDUCAÇÃO SEXUAL
Professores e alunos juntos em diálogo. Crato. Preocupada com o crescente uso das pulseiras pelas alunas e a absoluta falta de informações, a diretora do Colégio Municipal do Crato Raimunda dos Santos Severino, conhecida como "Mundinha," promoveu sucessivas reuniões com os alunos, professores e pais com o objetivo de orientá-los sobre os perigos deste modismo. A diretora esclareceu que a maioria das adolescente não sabia da conotação sexual das pulseiras. "Felizmente, o mal foi combatido pela raiz", comemora. A moda ainda não chegou às escolas particulares, mas está na porta, adverte a diretora do Colégio Pequeno Príncipe, Madre Carmelita Feitosa, acrescentando que vai se reunir com os professores. Madre Feitosa defende a necessidade de uma melhor formação moral e religiosa na rede particular de ensino, sob o argumento de que as novas gerações estão mais vulneráveis às influências do mundo moderno. Na Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede), com sede em Crato, não há uma opinião formada sobre o assunto. "Nós não recebemos nenhuma denúncia sobre o usos dessas pulseiras por alunos da rede público do Estado", diz a supervisora, Gloria de Fátima Silva Brito. Ela ressalta que aguarda a tramitação do Projeto de Lei para se manifestar sobre o assunto. A diretora da Escola 18 de Maio, pedagoga Maria Nélia Barreiros dos Santos, tem uma posição crítica.

Ela diz que, quando aparecerem às primeiras pulseiras na escola, promoveu uma reunião com professores e alunos com o objetivo de esclarecer sobre o desvirtuamento dado às pulseiras. Nélia esclarece que mais importante do que proibir é trabalhar a sexualidade de crianças de 11 e 12 anos que não estão preparadas para assumir a sua sexualidade. "Não adianta proibir o uso dessas pulseiras na escola, se as adolescentes podem usar em casa, ou na rua". Ao fazer esta observação, a professora adverte quanto à verdadeira psicose em torno do assunto.

Casos

"As novas gerações estão mais vulneráveis às influências desse modismo"
Madre Feitosa
Diretora do Colégio
Pequeno Príncipe

"Muito mais preocupante é o consumo de drogas e a gravidez precoce"
Maria Nélia Barreiros
Diretora da Escola 18 de Maio

PROPOSTA
Projeto de lei proíbe pulseiras em escolas. Crato. O Deputado Sineval Roque deu entrada de um Projeto de Lei na Assembleia Legislativa que proíbe o uso das pulseiras coloridas alusivas a jogos de conotação sexual na rede de ensino público do Estado do Ceará. A proposta prevê ainda a realização de reuniões entre pais e educadores para esclarecer tal vedação e orientá-los em relação a situações envolvendo questões sexuais, bem como alertar para os potenciais prejuízos do uso da pulseira. O parlamentar justifica que "no Brasil, a brincadeira com as pulseiras coloridas com apologia sexual virou caso de polícia". Pelo menos três cidades já proibiram o uso e comercialização dos adereços. São elas: Londrina, no Paraná (a decisão foi tomada após a Polícia Civil iniciar a investigação do caso de estupro de uma menina de 13 anos que usava os adereços); Navegantes e Itajaí, ambas em Santa Catarina. No Amazonas, a Polícia Civil investiga se há relação entre a moda das "pulseiras do sexo" e as mortes de duas pessoas, entre elas a de uma adolescente de 14 anos na Capital Manaus. O Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei Federal nº 8.069/90) dispõe em seu artigo 1º o princípio norteador de toda a disciplina, a saber, o princípio da proteção integral da criança e do adolescente. Segundo este princípio, a criança e o adolescente, na condição de indivíduos em desenvolvimento biopsicossocial, têm o pleno direito à proteção ampla e tal proteção deve ser oferecida por sujeitos corresponsáveis, tais como a família, a comunidade, a sociedade em geral e o Poder Público (artigo 4º da mesma Lei).

Para o deputado Sineval Roque é preciso alertar pais, educadores, crianças e adolescentes sobre os riscos do uso das pulseiras. "A decisão é uma forma de precaução. A ideia é tratar a questão da sexualidade com a participação da família, dos educadores e não, através de pulseiras", avalia Roque. Da mesma forma como pensa a pedagoga Maria Nélia Barreiros dos Santos, da Escola 18 de Maio, ao informar que o grande acervo de músicas, de diferentes estilos, além de programas de televisão e leituras na Internet banalizam e deturpam o assunto em torno do sexo.

Antonio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaborador do Blog do Crato

Lúcio Alcântara comenta sobre a Privatização do Metrô do cariri


Podem dar outro nome mais vistoso, como concessão controlada, mas o que vai acontecer mesmo é a privatização do trem do Cariri. Quer dizer o trem não será vendido mas entregue a particulares para exploração. Para sentir a diferença entre uma coisa e outra basta ver como funcionam os metrôs de São Paulo e Rio de Janeiro. O primeiro, administrado por uma empresa do estado, opera de maneira eficiente. O do Rio, operado por uma empresa privada, apresenta problemas constantes no seu funcionamento. É esperar para ver.

Por: Lúcio Alcântara - Membro honorário do Blog do Crato

Dr. Marcos Cunha agradece as Homenagens


“Toda nudez será castigada”. Esse nudismo histórico a que Flávio Vieira me expõe, certamente não. Os excessos ficam por conta do nosso bem querer um ao outro. Ele me conhece em fatos e sentimentos. Também bondosos, foram os comentários de muitos amigos, alguns há tempo não os vejo. Os verdadeiros amigos são aqueles que toleram nossos sucessos. Nesse momento, o “blog do Crato” é o pátio de encontro de grandes amigos. Os elogios e a alegria de muitos cratenses amigos é o grande Prêmio que tenho orgulho de receber. Esse faço questão de definir como o melhor na minha vida. À minha família, aos meus amigos e pacientes dedico o Prêmio Brasil de Medicina 2010, sem nenhum valor se eu não tivesse vocês como parte dessa vitória. Também ao Crato, minha terra por opção, a quem devo o entusiasmo e a razão de continuar minha missão de médico. Com a minha gratidão, Marcos Cunha.

Por: Marcos Cunha - Médico - Neurologista

Rádio Chapada do Araripe é destaque no "GENTE DE MÍDIA"





Rádio. No Cariri, emissora toca mais MPB

"Surpresa [ das boas ]: ouvi pela Internet a rádio Chapada do Araripe, com uma programação de qualidade. Na faixa de 13 às 18 horas, o programa 'Tarde Cultural' reune blocos de informações importantes, além de garantir um roteiro de músicas. Música, diga-se de passagem, de primeira qualidade - de fazer inveja a muito programador musical de FM de Fortaleza, que se perde em meio às exigências de audiência e não tem coragem de exercitar sua profissão com liberdade."

Fonte: Gente de Mídia: http://gentedemidia.blogspot.com

Nota do Editor:
Gostaria de agradecer ao Nonato Albuquerque a gentileza por tão feliz comentário sobre a nossa querida Rádio Chapada do Araripe, que eu considero de todas as nossas realizações, em 7 anos, a mais importante, pois permanece firme no seu propósito de divulgar a Música de Qualidade do Brasil e do mundo inteiro, trazendo o melhor da MPB, do Chorinho, do Jazz, da Música Clássica e de inúmeros outros gêneros. Nonato, um grande abraço em nome de todas as pessoas que de uma forma ou de outra, fazem, participam e torcem pela Rádio Chapada do Araripe Internet - www.radiochapadadoararipe.com

Dihelson Mendonça - Administrador

Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31