xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> BLOG DO CRATO | O Crato na Internet desde 2005
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 dezembro 2017

O silêncio dos incas - Por: Emerson Monteiro

Quem estuda os povos das Américas se surpreende diante da oralidade que predomina depois de tudo que aconteceu no Império Inca de largas repercussões e não haver deixado nenhum código escrito que possa compor a história. Eles evoluíram nas ciências fundamentais à vida junto da Natureza, no entanto o quanto permanece inscrito representam sítios de pedras e longa epopeia de sobrevivência que insiste existir até agora na alma dos povos dos Andes, inclusive espraiada pelos povos amazônicos e suas influências nas nações indígenas do Brasil. Nas características físicas. Nos costumes lendários. No artesanato. Vestimentas. Arquitetura. Instrumentos. Etc.

Isto é, os incas não possuía uma linguagem escrita. O máximo que trabalharam nesse a propósito de função de significados são nós em cordas no sentido de manter memórias. Nenhuma inscrição rupestre, nada de alfabetos a serem fixados nas lápides dos templos, além das construções em blocos graníticos, formas geométricas de exatidão impressionante, junções milimétricas e símbolos vinculados aos elementos no Cosmos. Sol. Lua. Estrelas. Estações do ano. Avanços nas pesquisas de cunho agrícola. Na pecuária. Na religião cósmica. Nas cores e nos traços dos tecidos de inegável perfeição.

Toda a tradição vem simplificada e visível nas construções, nos terraços, nas cidades e sítios arqueológicos. Algo assim qual permanecendo intactos, persistentes diante das edificações, nas trilhas, nos entalhes, nas vinculações das ruínas com as montanhas, as matas, os caminhos, na alma da população; nos traços fisionômicos, nas tradições e nos costumes, nos instrumentos e nas músicas.

Antes da chegada dos espanhóis e da introdução do alfabeto latino, a língua Quéchua não tinha forma escrita. As informações numéricas eram registradas pelos incas por meio de quipos (cordões coloridos de lã com diversos nós). Os registros escritos mais antigos do quíchua são do frei Domingo de Santo Tomás, chegado ao Peru em 1538, que aprendeu o idioma desde 1540, publicando sua Grammatica o arte de la lengua general de los indios de los reynos del Perú em 1560. Wikipédia

Um povo de tanto desenvolvimento nas artes do tecido, na música, na agricultura, artesanato, na organização social e política, e nunca haver pensado em fixar em tabuinhas, papiros, pedras, madeira, argila, couro, alfabetos ou imagens de sinais, no mínimo surpreende essa contemporaneidade que tanto insiste fixar nos suportes físicos seu pensamento e suas conquistas tecnológicas. Caberia bem aqui lembrar a afirmação no mínimo correta de Steve Jobs de que esta nossa época será a que menos registros deixará na História, face à fragilidade com que tudo grava em meios magnéticos de fácil desaparecimento no decorrer das transições cronológicas.

14 dezembro 2017

Francis Vale - Por: Emerson Monteiro

Era em julho de 1976 quando conheci, em Crato, Francis Vale, dos grandes nomes da intelectualidade cearense da minha geração, dos que sobreviveram aos desafios ingratos dos anos 60. Encontramo-nos defronte ao Parque Municipal, na casa de Abidoral Jamacaru. Daí nasceria amizade que perdurou durante esse tempo, ratificada nos reencontros sucessivos, motivos, inclusive, de que adquirisse novas amizades, entre as quais Fagner, Amelinha, Afonsinho, Wiron Batista, Antônio Marcos, Fausto Nilo, Cirino, Amilton Melo, Stélio Valle e Alano Freitas, dentro de outros nomes de expressão da cultura e das artes, universo em que transitava com facilidade e dedicação. Nalgumas oportunidades, desfrutei da satisfação de hospedá-lo em minha residência e com ele estabelecer demoradas divagações quanto a música popular, literatura, política, direito, artes plásticas, cinema, esta a sua praia de predileção.

Mais à frente, vim de conhecer sua companheira, Leni, junto a quem aprimoraria outra boa amizade, pessoa afeita ao conhecimento das luzes espirituais, também dedicada às lides artísticas, sua perfeita companhia durante a existência. Francis devotava inteiro amor às raízes cratenses da arte, de bons parceiros, e aqui avistara Leni pela primeira vez, onde ela morava junto de Dona Rosa, sua genitora.

Qual disséramos, ainda que advogado, empresário de música, político militante e persistente animador cultural, o forte de Francis seria o cinema, ao que votou sua liderança durante décadas, autor de livro sobre o assunto, diretor de películas, coordenador de festivais, produtor e roteirista. O cinema cearense registra, portanto, a presença inconteste desse valioso capitão, incansável e resistente. Foi diretor da Casa Amarela, do Cine Ceará, e coordenou o Festival de Cinema de Jericoacoara.

Dentre as principais obras de Francis Vale constam o disco Liberado, com Alano Freitas; o livro Cinema cearense – algumas histórias; os filmes Trem da Alegria: Arte, futebol e ofício (longa metragem), Dom Fragoso (curta metragem) e outros, havendo participado como letrista das composições do Pessoal do Ceará, ao lado de quem cerrou fileiras.

Natural de Belém, no Pará, nascido a 07 de janeiro de 1942, agora recente, dia 08 de dezembro de 2017, Francis deixaria este mundo, nisto sensibilizando a muitos de seus admiradores e amigos, colheita justa que obteve através de uma legenda de trabalho e dignidade.

Aniversariar – por José Luís Lira (*)


   Neste domingo, 17/12, é a festa de São Lázaro de Betânia, amigo de Jesus, irmão de Marta e de Maria Madalena. Nesta data, evidentemente, nasceram muitas pessoas mundo afora. Destacamos a figura de D. Walfrido Teixeira Vieira que nasceu no dia 17/12/1921, em Jaguaquara (BA), bispo de Sobral por 33 anos. Se vivo estivesse, Dom Walfrido faria 96 anos.
   O Mons. Francisco Sadoc de Araújo, cônego honorário da Basílica de São Pedro, no Vaticano, nasceu em Sobral, a 17/12/1931 e neste dia, embora com uma saúde fragilizada, celebra 87 anos. Rezo para que ele receba sempre o que de melhor há. Figura das mais importantes para Sobral e da região noroeste cearense, bastava que tivesse criado a “sua” menina dos olhos, a Universidade Estadual Vale do Acaraú, homenageando o sobralense mais antigo, cujo nome também significa rio das garças e não só seu leito, mas, todo o seu percurso. 
    O rio Acaraú nasce na Serra das Matas, divisa dos municípios de Monsenhor Tabosa, Tamboril, Santa Quitéria e Boa Viagem. O rio percorre 320 quilômetros; corta Sobral, nossa amada metrópole; banha 18 municípios e chega ao mar, em Acaraú. No percurso, estão construídos alguns dos mais importantes açudes cearenses: o Carão, em Tamboril; o Edson Queiroz, em Santa Quitéria; o Paulo Sarasate (ou "Araras"), em Varjota; o Aires de Sousa (ou “Jaibaras”), em distrito de Sobral; além do Forquilha, em Forquilha. Penso que o Pe. Sadoc, com sua visão global, sem abandonar as raízes regionais, ao denominar Vale do Acaraú a Universidade que criou, quis dizer que ela seria de Sobral, mas, também de sua região, um vale do importante rio.
   Nem imagino se ele sonhou com a grandeza que sua criação teria nestes quase 50 anos de existência. Mas, o Monsenhor não parou por aí. É, seguramente, o maior historiador vivo do Ceará, tanto pela quantidade quanto pela qualidade de sua bibliografia. Edificou igrejas, fundou uma Paróquia...  Fez muito. Agora, num silêncio que nos incomoda por não mais desfrutarmos de sua sabedoria, resigna-se à vontade de quem foi pregador e se constitui amigo fiel: Deus, Aquele em quem acredita; poderíamos parafrasear São Paulo.
    O terceiro aniversariante que citamos é o Papa Francisco, nascido Jorge Mario Bergoglio, atual Papa da Igreja Católica e Chefe de Estado do Vaticano, sucessor do Papa Bento XVI, que abdicou ao trono petrino em 28/02/2013. É o primeiro papa nascido no Novo Mundo, o primeiro latino-americano, o primeiro a utilizar o nome de Francisco e, ainda, o primeiro jesuíta da história a suceder a S. Pedro. Nasceu no bairro de Flores, em Buenos Aires, a 17/12/1936, celebrando 81 anos. No bairro em que nasceu, está sediado o importante time de futebol argentino San Lorenzo. Por ele passamos quando nos dirigimos a Lomas de Zamora, onde cursei mestrado e doutorado, oportunidade em que conheci e conversei algumas vezes com o Cardeal Bergoglio (foto ao lado, na época que era Cardeal). Sua eleição se deu a 13/03/2013 e seis dias depois, na festa de São José, iniciou seu pontificado.
        Também neste dia, nasci, no sítio Correios, em Guaraciaba do Norte. Diante de tão importantes personalidades, creio que por puro desígnio de Deus. Rogo a São Lázaro, o santo do dia, que interceda pelos que nascemos neste dia, para que permaneçamos Amigos da Salvador, mesmo diante das adversidades da vida!
Vegetação do Sítio Correios, em Guaraciaba do Norte 
(*) José Luís Lira é advogado e professor do curso de Direito da Universidade Vale do Acaraú–UVA, de Sobral (CE). Doutor em Direito e Mestre em Direito Constitucional pela Universidade Nacional de Lomas de Zamora (Argentina) e Pós-Doutor em Direito pela Universidade de Messina (Itália). É Jornalista profissional. Historiador e memorialista com vários livros publicados. Pertence a diversas entidades científicas e culturais brasileiras.

13 dezembro 2017

Desconfie quando ler um esquerdista troglodita escrevendo contra o Fascismo: Comunismo e Fascismo são irmãos siameses – por Carlos Ilich Santos Azambuja

 “O comunismo distingue-se fundamentalmente do fascismo porque foi o primeiro”
                                                                                                          Virgílio Ferreira
   O ódio recíproco de um pelo outro foi fundamental para o desenvolvimento dos dois movimentos. O fascismo alimentando-se do medo do comunismo e vice-versa. Isso, todavia, não impediu a União Soviética de ter tido boas relações com a Itália de Mussolini até meados dos anos 30 e de dar apoio à direita alemã em 1920 contra os vencedores da 1ª Guerra Mundial. Posteriormente, a Alemanha de Hitler e a finada União Soviética, entre 1939 e 1941, durante a 2ª Guerra Mundial, foram aliados, como veremos a seguir. Por outro lado, a estratégia de “classe contra classe”, ditada pelo Komintern ao Partido Comunista Alemão constituiu-se em fator de força para a ascensão de Hitler ao poder, em 1933, pois dividiu a esquerda alemã.
   Teria sido o marxismo a origem do fascismo, como afirma o jornalista e escritor português José Rodrigues dos Santos? A afirmação causou forte polémica e a reação indignada de um leque de intelectuais, para quem o marxismo, apesar do fracasso da finada União Soviética e do colapso do comunismo, permanece ainda hoje – no mínimo - uma corrente filosófica e sociológica de referência.
   E, no entanto... E, no entanto, a verdade é que, mesmo uma observação empírica da organização e do modus operandi dos dois regimes já denunciava vastas semelhanças – partido único e culto da personalidade do chefe, propaganda total, sindicatos oficiais, polícia política, perseguição de toda e qualquer divergência, subordinação do indivíduo ao Estado, campos de morte para exterminar os “sub-humanos” ("untermenschen”) de um lado, Gulag para liquidar os “dissidentes” do outro...  No fundo, ambos fortemente estatistas e antiliberais. Teriam tido então uma origem comum?
O mais interessante é a comparação interna das duas ideologias. Embora o fascismo não tivesse o mesmo pedigree filosófico do marxismo, os dois nasceram, como partidos de massa, na mesma época, logo depois da 1ª Guerra Mundial. A vitória da Revolução Bolchevique, na Rússia, foi uma resposta em nome do proletariado, e a chegada de Hitler ao poder, em 1933, na Alemanha, constituiu outra resposta, em nome da Nação.
    Bolchevismo e fascismo, no entanto, tiveram a mesma matriz e o mesmo projeto de acabar com a dominação da burguesia. As duas ideologias se caracterizaram por um extraordinário voluntarismo, porque julgavam que a tomada do poder permitiria revolucionar as condições do contrato social, submetendo a economia ao controle do partido e suprimindo a liberdade das pessoas.
Em resumo, sem negar a inspiração marxista inicial de alguns dos autores que acabaram por desenvolver as ideias do nacional-socialismo, parece simplificação excessiva dizer que “o fascismo teve origens marxistas”. Tudo foi mais complexo que isso, tendo as condições específicas da Alemanha, num caso, e da Rússia, no outro, sido determinantes para o surgimento de duas formas de totalitarismo – fascismo e comunismo - que haveriam de se confrontar com o ódio dos irmãos inimigos. E isso, mais apesar de Marx do que por causa de Marx.
   Finalmente, resta uma referência sobre a analogia entre comunismo e fascismo. Stalin exterminou milhões de compatriotas seus em nome da luta pela criação do homem-novo, e Hitler fez o mesmo a milhões de judeus, em nome da pureza da super-raça a raça ariana. Além disso, existiam afinidades várias e definitivas: ambos não tinham temor a Deus e eram hostis à religião e às crenças ambos substituíram a autoridade divina pela força da evolução e do determinismo histórico. e ambos desprezavam as leis em nome de uma suposta "vontade política das massas", combatendo o presente sob a bandeira de um futuro redentor.

13 de dezembro: Dia de Santa Luzia -- por José Luís Lira (*)

   Somente em 1894 o martírio da jovem Luzia, também chamada Lúcia, foi devidamente confirmado, quando se descobriu uma inscrição escrita em grego antigo sobre o seu sepulcro, em Siracusa, Nápoles. A inscrição trazia o nome da mártir e confirmava a tradição oral cristã sobre sua morte no início do século IV.
   Mas a devoção à santa, cujo próprio nome está ligado à visão ("Luzia" deriva de "luz"), já era exaltada desde o século V. Além disso, o papa Gregório Magno, passado mais um século, a incluiu com todo respeito para ser citada no cânone da missa. Os milagres atribuídos à sua intercessão a transformaram numa das santas auxiliadoras da população, que a invocam, principalmente, nas orações para obter cura nas doenças dos olhos ou da cegueira.
   Diz a antiga tradição oral que essa proteção, pedida a santa Luzia, se deve ao fato de que ela teria arrancado os próprios olhos, entregando-os ao carrasco, preferindo isso a renegar a fé em Cristo. A arte perpetuou seu ato extremo de fidelidade cristã através da pintura e da literatura. Foi enaltecida pelo magnífico escritor Dante Alighieri, na obra "A Divina Comédia", que atribuiu a santa Luzia a função da graça iluminadora. Assim, essa tradição se espalhou através dos séculos, ganhando o mundo inteiro, permanecendo até hoje.
    Luzia pertencia a uma rica família napolitana de Siracusa. Sua mãe, Eutíquia, ao ficar viúva, prometeu dar a filha como esposa a um jovem da Corte local. Mas a moça havia feito voto de virgindade eterna e pediu que o matrimônio fosse adiado. Isso aconteceu porque uma terrível doença acometeu sua mãe. Luzia, então, conseguiu convencer Eutíquia a segui-la em peregrinação até o túmulo de santa Águeda ou Ágata. A mulher voltou curada da viagem e permitiu que a filha mantivesse sua castidade. Além disso, também consentiu que dividisse seu dote milionário com os pobres, como era seu desejo.
    Entretanto quem não se conformou foi o ex-noivo. Cancelado o casamento, foi denunciar Luzia como cristã ao governador romano. Era o período da perseguição religiosa imposta pelo cruel imperador Diocleciano; assim, a jovem foi levada a julgamento. Como dava extrema importância à virgindade, o governante mandou que a carregassem à força a um prostíbulo, para servir à prostituição. Conta a tradição que, embora Luzia não movesse um dedo, nem dez homens juntos conseguiram levantá-la do chão. Foi, então, condenada a morrer ali mesmo. Os carrascos jogaram sobre seu corpo resina e azeite ferventes, mas ela continuava viva. Somente um golpe de espada em sua garganta conseguiu tirar-lhe a vida. Era o ano 304.
   Para proteger as relíquias de santa Luzia dos invasores árabes muçulmanos, em 1039, um general bizantino as enviou para Constantinopla, atual território da Turquia. Elas voltaram ao Ocidente por obra de um rico veneziano, seu devoto, que pagou aos soldados da cruzada de 1204 para trazerem sua urna funerária.
   Santa Luzia é celebrada no dia 13 de dezembro e seu corpo está guardado na Catedral de Veneza, embora algumas pequenas relíquias tenham seguido para a igreja de Siracusa, que a venera no mês de maio também.

(*) José Luís Lira é advogado e professor do curso de Direito da Universidade Vale do Acaraú–UVA, de Sobral (CE). Doutor em Direito e Mestre em Direito Constitucional pela Universidade Nacional de Lomas de Zamora (Argentina) e Pós-Doutor em Direito pela Universidade de Messina (Itália). É Jornalista profissional. Historiador e memorialista com vários livros publicados. Pertence a diversas entidades científicas e culturais brasileiras.

Um toque italiano no Cariri -- Por Pollianna Jamacaru

Matéria publicada na revista Cariri
Com estilo Art déco, o escultor italiano Agostino Balmes Odísio deixou sua marca em obras arquitetônicas e imagens sacras espalhadas pelo Cariri.
   Os primeiros imigrantes estrangeiros começaram a chegar ao Ceará no começo do século XIX, com a vinda de portugueses, árabes, espanhóis, ingleses, franceses e italianos. Fugindo da recessão econômica, da falta de emprego, dos conflitos políticos, das perseguições religiosas e das guerras, eles vieram com a esperança de prosperar e fincar raízes. Com o passar dos anos, culturas e etnias se entrelaçaram e acabaram por deixar nessas terras um pouco de sua arte.
   E não foi diferente com o escultor italiano Agostino Balmes Odísio, nascido na cidade de Turim, ao norte da Itália, formado na Escola de Belas Artes italiana e pupilo de August Rodim. Em 1913, com 32 anos de idade, ele se mudou para a Argentina para morar com seu irmão e em seguida mudou-se para São Paulo. Lá, esculpiu e restaurou obras durante 20 anos.
   De acordo com o historiador Armando Lopes Rafael, o escultor veio a se estabelecer no Ceará por ordens médicas, em 1934, por conta do clima quente da região. Através da imprensa, soube da morte do Padre Cícero e da importância da religiosidade para o Cariri. Vindo a residir em Juazeiro do Norte por volta de 1940, ficou aqui por 6 anos, em busca de mostrar sua arte em forma de obras arquitetônicas e sacras.
   O estilo das obras de Agostino mesclava art déco, cubismo e elementos clássicos. Alguns dos exemplos da passagem do escultor italiano pela região do Cariri estão presentes em seus trabalhos, como o projeto do Palácio Episcopal e a Coluna da Hora na Praça Francisco Sá (na qual está a estátua da Samaritana) no Crato, a Coluna da Hora na Praça Padre Cícero e a reforma do Santuário Diocesano Nossa Senhora das Dores em Juazeiro. Agostino deixou sua marca também na criação de azulejos artesanais e os altares de marmorite (uma espécie de mármore granulado colorido misturado a cimento), como também em muitas das fachadas das igrejas e prédios mais antigos da região.
Direto da Itália
   Outro exemplo de arte feita por mãos italianas se encontra na pequena escultura de 40 centímetros da Mãe do Belo Amor, imagem sacra adorada pelos indígenas e presente na região desde os tempos da Missão Miranda, na origem da cidade do Crato. Essa estátua é mantida na Sé Catedral do Crato, enquanto uma imagem do Poverello Di Assisi encontra-se nas dependências do Palácio Episcopal. A Itália também está presente em muitas das obras doadas e mantidas pelo Museu de Arte Vicente Leite, na fachada do Palácio Episcopal, na Associação dos Empregados no Comércio de Crato (antes da descaracterização feita no alto do edifício para construção de cubículos onde funcionou a Faculdade de Ciências Econômicas), na sede da reitoria da URCA e na fachada da Igreja de São Vicente Ferrer, esta infelizmente descaracterizada com a colocação de azulejos de cozinha/banheiros, na década 1960.
    A “Art déco” chegou ao Brasil em 1929, com a construção do edifício A Noite, em Copacabana, na Zona Sul carioca. O estilo arquitetônico mistura os princípios do cubismo com elementos clássicos. Edifícios, esculturas, joias, luminárias e móveis são geometrizados. Sem perder o requinte, os objetos adquirem decoração moderna. Alguns exemplos do estilo estão presentes no Cristo Redentor, na Estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro, no Elevador Lacerda, em Salvador, e no Viaduto do Chá, em São Paulo.
Foto: Rejane Lima

Governador sanciona lei que estipula normas de segurança para bancos no Ceará, nesta quarta-feira (13)



O governador Camilo Santana sanciona, às 15 horas desta quarta-feira (13), a lei que regulamenta as normas de segurança para estabelecimentos bancários no Ceará. A cerimônia ocorre no Palácio da Abolição e conta com a participação da cúpula da segurança pública do Estado, associações bancárias, e representantes da Assembleia Legislativa.

A lei é fruto de mensagem governamental que foi aprovada pela ALCE no último dia 23. A medida objetiva, com o novo documento, avançar no combate à violência, orientando os bancos – alvos de criminosos – e garantindo que os seus usuários não sofram prejuízos.
Governo do Estado do Ceará
Foto meramente ilustrativa
Via BLOG DO CRATO


Ceará é o quinto estado do país com maior número de beneficiários do Bolsa Família



Mais de 1 milhão de famílias dependem do programa Bolsa Família no estado do Ceará, sendo o quinto estado do país com maior número de beneficiários do programa e o terceiro do Nordeste, ficando atrás da Bahia, que tem 1.833 milhão , e do Pernambuco, com 1,154 milhão beneficiários. Os dados foram divulgado neste mês pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que também apontam que a fila de espera nas 27 unidades de federação foi zerada.

No mês de dezembro, 204 mil novas famílias entraram no Programa, sendo 10.2 mil no Ceará, em comparação com novembro passado, mais de 10 mil novas famílias do Ceará em comparação com mês passado. De acordo com o MDS, o pagamento deste mês começou na última segunda-feira e prossegue até o dia 22, onde serão repassados mais de R$ 2 bilhões.
Ainda de acordo com o MDS, Fortaleza lidera o ranking cearense com maior número de pessoas atendidas, com 189,3 mil famílias, com rendimento médio de R$179,55. Caucaia é o segundo, com 25,6 mil; seguido por Juazeiro do Norte (21,6 mil); Itapipoca (18,9 mil) e Sobral (17,7 mil). Em relação à frequência escolar, um dos principais condicionantes para manter o benefício, das 1.011 milhão de crianças favorecidas, 93,54% do total ou 946,2 mil são acompanhadas.
Dessas, 95,74% mantiveram a ida à escola regulamente. Com isso, o Estado e o Rio Grande do Norte têm o segundo pior índice do Nordeste. O pior é Sergipe com 92,91% da frequência. No Brasil, São Paulo detém o mais baixo percentual, com apenas 88,72% de suas 1.5 milhão da população entre 7 e 14 anos na escola.
De acordo com a professora e pesquisadora do Núcleo de Estudos de Gênero Idade e Família, da Universidade do Ceará, Maria Dolores de Brito Mota, o programa continua sendo fundamental, “é o início do processo de justiça social. Até porque as mães que atualmente recebem o benefício fazem parte de uma geração que não teve acesso à escola que é o caminho mais seguro para a cidadania plena”.
Com informações do Diário do Nordeste
Via Blog do Crato

CRATO - Evento chegada do Papai Noel no Crato acontece próximo domingo


No próximo Domingo dia 17, a partir das 16h na Encosta do Seminário, acontecerá a chegada do Papai Noel no Crato. O evento, realizado pelo promoter André Lacerda, conta com o apoio da Prefeitura Municipal e do Governo do Estado.

Na ocasião, em que o bom velhinho surgirá a bordo de um helicóptero para encantar as crianças, também acontecerão shows com Patati e Patatá, Natal dos três porquinhos e seguindo a Programação do Natal Canto e Encanto, apresentações da Banda de Música da Escola Maestro Azul, do Pequeno Coral da Sociedade de Cultura Artística do SCAC, e dos alunos do Colégio Virgílio Távora.
Fonte: PMC
Via BLOG DO CRATO

CRATO - EDITAL DE CONVOCAÇÃO - Conselho Municipal de Saúde




O Conselho Municipal de Saúde do Crato comunica a todas as Associações Urbanas e Rurais do município que no dia 27 de dezembro de 2017, as 08h horas, no Auditório da 20ª CRES, será realizada uma assembleia com o objetivo de eleger suplentes de conselheiros de saúde no seguimento usuários, nas referidas associações. A 20ª CRES, fica localizada na Av. Brigadeiro José Sampaio Macedo, S/Nº, bairro São Miguel.

De acordo com o Presidente do Conselho, George Mendes as informações detalhadas contam no EDITAL publicado no diário oficial da prefeitura do Crato em 28/11/2017.
Munidos dos documentos necessários os interessados deverão se inscrever até 15 de dezembro de 2017, no horário de 08h as 13h, na sala do Conselho de Saúde do Crato, localizada no Centro Administrativo da Prefeitura que fica na Rua 7 de setembro nº 150 Bairro São Miguel.
Fonte: PMC
Via BLOG DO CRATO

CRATO - Mutirão de combate ao Aedes Aegypti acontece no bairro Alto da Penha


Em mais uma ação de alerta, cuidados e prevenção sobre as arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, o Governo do Crato, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da equipe da Mobilização Social, promoveu na manhã de ontem, 12, um mutirão de combate ao vetor, onde foram percorridas várias ruas do bairro Alto da Penha.

A caminhada contou com a participação dos alunos da escola Gonzaga Mota, de representantes da 20ª Coordenadoria Regional de Saúde (20ª CRES), do Serviço Social do Comércio (Sesc); e do Legislativo.
Antes de iniciar a atividade, o Secretário de Saúde, André Barreto, pediu a colaboração aos moradores no que diz respeito à verificação de depósitos nas residências, em especial aos alunos presentes, para que eles quando chegassem em casa, dessem o recado aos pais sobre os cuidados para combater o mosquito. “Com a chegada do período chuvoso, precisamos ter mais atenção aos depósitos, vasos, pneus e utensílios que podem acumular água. Chegando em casa, passem esse recado aos pais de vocês, vamos cuidar do nosso lar, da nossa saúde”, ressaltou o gestor.
Fonte: PMC
Via BLOG DO CRATO

Cultura do Crato celebra Centenário da Praça Siqueira Campos


A Prefeitura Municipal do Crato, através da Secretaria de Cultura, convida toda a comunidade cratense para participar da comemoração do centenário da Praça Siqueira Campos, amanhã, quinta-feira, dia 14

A comemoração terá início às 9h com solenidade e entrega de diplomas de honra ao mérito a pessoas e instituições.
O nome da Praça, “Siqueira Campos”, é uma homenagem a um rico comerciante pernambucano que se estabeleceu no Crato. Foi o primeiro a possuir automóvel na cidade, no início do século XX. Com recursos próprios executou o calçamento da Rua Dr. João Pessoa. Até a chegada da Televisão, a praça era o ponto diário de encontro da sociedade. Era muito frequentada nos fins de semana e feriados. Além de ter sido palco das estórias mais pitorescas da cidade. Marcou o início de muitos namoros, noivados e casamentos.
Fonte: PMC - (Com Informações de Ivens Mourão, em publicação no Blog do Crato)

Governo do Ceará destina R$ 300 mil para agropecuária familiar, agricultores e pescadores artesanais


Foram aprovadas na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (12), duas ações de iniciativa do Governo do Ceará que totalizam a transferência de R$ 300.000,00 para projetos produtivos da agropecuária familiar, pesca artesanal, marisqueiras, agricultores e aquicultores. A liberação do recurso será por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA)

Fundação Casa Grande comemora 25 anos



A Fundação Casa Grande Memorial do Homem Kariri comemora 25 anos de história no dia 19 de dezembro de 2017, em Nova Olinda, no Cariri Oeste. O evento, que acontece a cada ano, desde a origem da entidade, promove a Renovação do Sagrado Coração de Jesus e Maria, momento de confraternização entre as famílias e amigos da instituição.


A Renovação do Sagrado Coração de Jesus e Maria é uma manifestação de fé comum às famílias do Cariri, momento e ato em que familiares e amigos revigoram a ligação com o sagrado, por meio de cânticos, rezas e pedidos com devoção.
Na Casa Grande a solenidade é realizada na sala de entrada, cuja parede frontal transforma-se em um santuário, todo ornamentado com imagens e outros elementos simbólicos da religiosidade, que retratam a fé e evocam a proteção aos moradores e visitantes.

Após os ritos espirituais, a festa se desdobra com o som, ritmo e alegria da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, que desde os primeiros anos de existência da Casa Grande participa do ato da Renovação. Nesta celebração de 25 anos, junto com os Irmãos Aniceto estarão mais doze grupos de tradição popular da região.
História e Memória
A história da Casa Grande começa na verdade 10 anos antes de sua fundação, com as andanças do casal de fundadores Alemberg e Rosiane pelo sertão nordestino da Chapada do Araripe. Nessas expedições, vendo, ouvindo e sentindo a mitologia do homem ancestral, documentando as lendas e achados arqueológicos, Alemberg e Rosiane já estavam idealizando o que viria ser a Casa Azul – espaço vivo de criação e produção cultural, que tem a valorização da infância como marca e que guarda fragmentos de memórias atemporais.
Programação

A comemoração dos 25 anos acontece de 15 a 20 de dezembro com palestras, shows, e vivências culturais. Na programação destacam-se a realização dos módulos de dois cursos de especialização que estão sendo realizados na Casa Grande: “Especialização em Arqueologia Social Inclusiva”, parceria com a URCA e o Instituto de Arqueologia do Cariri – Dra. Rosiane Limaverde, e também a “Especialização em Gestão Cultural”, parceria com o Itaú Cultural/SP. E ainda o lançamento do livro “Arqueologia Social Inclusiva”, da Dra. Rosiane Limaverde, in memoriam, no dia 19 de dezembro, bem como a abertura da Exposição a Menina da Casa da Escadinha, na mesma data.
Confira a programação completa:

(Colaborou Andrea Pinheiro)

Grupo "The Fevers" é atração do Estacionamento da Música em Iguatu


 
Liebert (baixista), Luiz Cláudio (vocalista), Roma (guitarra e violão) e Otávio Henrique (baterista), os The Fevers, são a atração desta edição do Estacionamento da Música, em Iguatu. O show idealizado pelo Sesc*, braço social do Sistema Fecomércio – CE, acontece no dia 14/12, às 20h, na Unidade Sesc da cidade.

Os ingressos estão disponíveis no setor de Relacionamento com Clientes da Unidade a partir do dia 2/12 e os preços variam de acordo com a categoria da carteira Sesc. Conhecida como “a banda mais popular do Brasil”, a apresentação do The Fevers é a oportunidade de reviver as várias canções de sucesso, como “Vem me Ajudar”, “Feche os Olhos”, “Nathalie”, incluindo as trilhas sonoras de aberturas de novelas como “Elas por Elas” e “Guerra dos Sexos”.
Sobre a banda
Influenciados por Elvis, Beatles e Rolling Stones, a Banda The Fevers iniciou suas atividades musicais em 1965, na zona norte do Rio de Janeiro. Em todos esses anos de carreira, o Rock n’ Roll do grupo se destacou com a gravação de sucessos internacionais, sempre com um ritmo dançante. A extensa discografia do The Fevers, incluindo compilações de quatro décadas de sucesso, atinge números recordes em vendagem e lançamentos de discos, que contribuíram para muitas premiações. O grupo está com seu trabalho atual, o álbum “Vem Dançar”, registrando, de acordo com eles, um de seus melhores trabalhos fonográficos.
SERVIÇO
Estacionamento da Música – Show The Fevers
Local: Unidade Iguatu do Sesc (Rua Treze de Maio, 1130)
Data: 14/12
Horário: 20h
Entrada: R$20 (comerciário), R$30 (empresário e conveniado), R$40 (usuário) 
Informações: (88) 3581.1130
*Vendas a partir de 2/12, no setor de Relacionamento com Clientes da Unidade Iguatu do Sesc

*Instituição mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo.
Facebook: /sescceara
Twitter: @sesc_ce
Instagram: sescce

CRATO - Estudantes cratenses são homenageados pela Câmara Municipal do Crato




A Câmara Municipal do Crato homenageou os estudantes Pedro Lucas Juvino e João Vitor Pinheiro por meio da entrega do Diploma de Honra do Mérito Legislativo. A entrega da comenda foi realizada em sessão solene nesta segunda-feira (11), após requerimento do vereador Renan Almeida (PEN) aprovado por todo o Plenário da Casa.

Os dois alunos integram o corpo de discentes da Escola Profissionalizante Violeta Arraes Gervaiseau, sediada em Crato. O projeto ‘Carolina de Jesus’, desenvolvido pelos estudantes ficou em primeiro lugar na categoria ‘Linguística, Letras e Artes’, da Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia, realizada em Recife-PE, de 19 a 23 de setembro passado.
“Num país onde o discurso da meritocracia descontextualizada esses meninos onde poucos por isso e merecem todo o nosso respeito”, afirma o vereador Renan. “Para eles que estudam em escola pública, o caminho da desesperança seriam mais óbvio, fácil e comum, no entanto eles surpreenderam superando a desigualdade de oportunidades que existe em nosso país”, acrescenta o parlamentar.
Com a conquista, Pedro Lucas e João Vitor estão credenciados a participar da XV MILSET EXPO SCIENCE AMLAT (Movimento Internacional de Atividades de Lazer em Ciência e Tecnologia), em Antofagasta, no Chile, agendada para setembro de 2018.
“Não esperávamos porque são pesquisas de todo o Brasil que se reúnem nesse evento e foi uma surpresa quando foi anunciado que o nosso projeto, além de vencer na categoria, também foi o destaque geral do evento”, afirma o estudante João Vitor. “A homenagem na Câmara é o reconhecimento pelo que nós fazemos pela nossa cidade. O Crato foi discutido em outros lugares por conta dessa nossa iniciativa”.

O projeto começou a ser desenvolvido ainda em 2016 quando venceu uma etapa estadual no Ceará. De acordo com Pedro Lucas, a vida de Carolina de Jesus – escritora que viveu maior parte da vida em favela de São Paulo – tem semelhanças com as experiências dos dois estudantes.
“Falar de uma mulher, negra, pobre, tem muito a ver com a nossa realidade, eu como aluno negro de escola pública, de uma comunidade carente, espelhei-me muito em Carolina de Jesus e foi a partir disso que conseguimos fazer com que ela fosse bem divulgada”, afirma Pedro Lucas.
Autor da proposta de homenagem, o vereador Renan Almeida (REN) expressou o desejo de outros estudantes da rede pública de ensino em Crato possam se espelhar nos alunos João Vitor e Pedro Lucas que representarão o Brasil em evento internacional.
Fonte: Assessoria de Imprensa - Câmara Municipal do Crato
VIA BLOG DO CRATO

Fachin vota pela abertura de ação penal contra deputado José Guimarães.


O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta terça-feira pelo recebimento da denúncia contra o deputado José Guimarães (PT-CE) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O parlamentar, que foi líder do governo da ex-presidente Dilma Rousseff, é acusado de ter influenciado na liberação de financiamento do Banco do Nordeste à empresa Engevix. Em troca, teria recebido propina de R$ 97,7 mil.

Além de Toffoli, outros três ministros ainda vão votar: Celso de Mello, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. Se o voto de Fachin prevalecer, Guimarães será transformado em réu em ação penal.
A investigação começou a partir da delação premiada do ex-vereador de Americana (PT-SP) Alexandre Romano, na Lava-Jato. Segundo o delator, Guimarães intermediou, em 2011, contato entre ele e sócios da Engevix com o presidente do banco à época, Roberto Smith. O encontro teria resultado na celebração do contrato de financiamento de cerca de R$ 260 milhões da empresa para a construção de usinas eólicas na Bahia.
Por sua atuação no auxílio da liberação dos valores, Romano teria recebido R$ 1 milhão a título de “comissão”, de forma disfarçada, mediante contratos fictícios de prestação de serviços de advocacia a empresas vinculadas ao grupo Engevix. Deste montante, ele teria repassado aproximadamente 10% ao deputado, pela ajuda no contato com Roberto Smith, que possibilitou a liberação do financiamento.
Ainda segundo a denúncia, os R$ 97,7 mil foram pagos a Guimarães por meio de dois cheques, compensados em setembro de 2011 em favor de um escritório de advocacia e de uma gráfica, ambos credores de sua campanha à Câmara dos Deputados. “Tenho a consciência tranquila de que nunca me beneficiei de recurso público, razão pela qual manifesto meu repúdio a todas as acusações”, afirmou o parlamentar em nota divulgada há um ano, quando a PGR enviou a denúncia ao STF.

Via BLOG DO CRATO

Reunião entre prefeito Arnon e presidente da câmara Gledson Bezerra define que Código Tributário será votado com emenda excluindo alguns aumentos de impostos.



Uma reunião realizada nesta terça-feira, (12), entre o prefeito Arnon Bezerra (PTB), o Presidente da Câmara, Glêdson Bezerra (PMN), o vereador capitão Vieira Neto (PEN), o Assessor Jurídico da Câmara Erivaldo Santos e o chefe de Gabinete da Prefeitura Nildo Rodrigues definiu as alterações que serão feitas ao Código Tributário do Município de Juazeiro do Norte, que aguarda votação na Câmara desde outubro.
Uma emenda de autoria do Presidente Glêdson e do vereador Capitão Vieira e que já foi apresentada na Sessão da Câmara desta terça, modifica a redação original do Projeto encaminhado pelo Executivo e que vem sendo contestada pelos vereadores, por acharem que as mudanças prejudicam algumas classes de trabalhadores.

Pelo Projeto original da Prefeitura várias mudanças nas cobranças atuais dos impostos municipais prejudicariam os setores de educação, de saúde, dentre outros.
O Presidente Glêdson levantou o debate na Câmara e a partir de então o Código vem sendo discutido, sem que se chegasse a um consenso. Após a reunião, Glêdson afirma que o prefeito foi bastante solícito às sugestões propostas e a educação e a saúde não sofrerão mais a majoração do Imposto Sobre Serviços (ISS), um dos pontos mais polêmicos abordado por ele. Com o aumento, as empresas e os prestadores de serviços das áreas certamente seriam prejudicados, e consequentemente o município como um todo. Ele antecipa também que não vai haver mudança na cobrança do cálculo do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que permanecerão com os mesmos percentuais já praticados.
A emenda deve ser analisada e votada nas próximas Sessões, juntamente com o Projeto. A redação original encaminhada pela Prefeitura modificava mais de 50 artigos, sempre elevando os percentuais de cobrança dos impostos.
Fonte: PMJN
Via BLOG DO CRATO

Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30